Brasil PF vai apurar morte de líder indígena no Maranhão, diz Moro

PF vai apurar morte de líder indígena no Maranhão, diz Moro

"Não pouparemos esforços para levar os responsáveis por este crime grave à Justiça", garantiu o ministro em uma rede social 

Reuters
Ministro falou sobre o assassinato no Twitter

Ministro falou sobre o assassinato no Twitter

Isaac Amorim/MJSP - 09.10.2019

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou no início da tarde deste sábado (2) em sua conta no Twitter que a Polícia Federal vai apurar o assassinato do líder indígena Paulo Paulino Guajajara na terra indígena de Arariboia, no Maranhão.

"Não pouparemos esforços para levar os responsáveis por este crime grave à Justiça", disse.

A assesssoria de imprensa do ministério disse que uma equipe da PF está se preparando para ir ao local do assassinato.

Paulo Guajajara foi morto nesta sexta-feira com um tiro no pescoço durante um confronto com madeireiros na Terra Indígena Arariboia, na região de Bom Jesus das Selvas, no Maranhão.

Também conhecido como Kwahu Tenetehar, ele é um dos Guardiões da Floresta, que patrulham o território indígena. A região tem sido ocupada por madeireiros, daí os embates. No confronto que vitimou Paulo, outro colega dele, Tainaky Tenetehar, levou um tiro nas costas e no braço, mas conseguiu escapar.

Últimas