Brasil Pressionado, Marcos Cintra troca número dois da Receita Federal

Pressionado, Marcos Cintra troca número dois da Receita Federal

A troca do comando na subsecretaria-geral ocorre em meio à crise institucional na Receita após críticas de atuação política do órgão

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra

Robson Ventura/Folhapress - 24.6.2011

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, decidiu trocar o titular do cargo de subsecretário-geral do órgão.

Segundo uma fonte revelou à reportagem, José Paulo Ramos Fachada Martins da Silva será substituído pelo auditor fiscal José de Assis Ferraz Neto, que já foi superintendente adjunto da Receita na 4.ª Região – Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Atualmente, ele está lotado em Pernambuco.

Servidor de carreira, Fachada é o número dois da Receita e é, na prática, o responsável pela gestão do dia a dia do Fisco. A troca do comando na subsecretaria-geral ocorre em meio à crise institucional na Receita após críticas de atuação política do órgão, que partem sobretudo do Supremo Tribunal Federal (STF) e Tribunal de Contas da União (TCU).

Na semana passada, pessoas ligadas ao presidente Jair Bolsonaro pediram ao superintendente da Receita no Rio de Janeiro, Mário Dehon, a troca de delegados chefes de duas unidades no Estado - a delegacia da Alfândega da Receita Federal no Porto de Itaguaí e da Delegacia da Receita Federal no Rio de Janeiro II, na Barra da Tijuca.

Os subsecretários da Receita Federal se reuniram nesta segunda-feira (19) para discutir a crise atual. Segundo apurou a reportagem, há uma expectativa de que outros subsecretários também entreguem o cargo.