Brasil PT diz que prisão de mensaleiros fere princípio de ampla defesa

PT diz que prisão de mensaleiros fere princípio de ampla defesa

Em nota emitida no dia em que José Genoino é preso, partido critica decisão do STF

  • Brasil | Do R7

O PT afirmou, em nota oficial divulgada nesta sexta-feira (15), que a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) para que parte dos mensaleiros cumpra desde já suas penas “fere o princípio da ampla defesa”.

“Embora caiba aos companheiros acatar a decisão, o PT reafirma a posição anteriormente manifestada em nota da Comissão Executiva Nacional, em novembro de 2012, que considerou o julgamento injusto, nitidamente político, e alheio às provas dos autos”, afirma o texto.

Genoino se apresenta à sede da Superintendência da PF em São Paulo

Veja imagens das prisões dos mensaleiros

O partido ainda nega a existência do esquema de compra de votos. “Com a mesma postura equilibrada e serena do momento do início do julgamento, o PT reitera sua convicção de que nenhum de nossos filiados comprou votos no Congresso Nacional, nem tampouco houve pagamento de mesada a parlamentares”, diz a nota.

“Reafirmamos, também, que não houve da parte dos petistas condenados utilização de recursos públicos, nem apropriação privada e pessoal para enriquecimento”, prossegue o texto.

A nota termina com uma mensagem de apoio aos mensaleiros condenados: “Expressamos novamente nossa solidariedade aos companheiros injustiçados e conclamamos nossa militância a mobilizar-se contra as tentativas de criminalização do PT”.  

Últimas