Brasil Temer nega medida provisória para arrendamento de terras indígenas

Temer nega medida provisória para arrendamento de terras indígenas

Palácio do Planalto divulgou nota à imprensa nesta quarta-feira (4)

Temer nega medida provisória para arrendamento de terras indígenas

Temer negou que prometeu MP aos parlamentares

Temer negou que prometeu MP aos parlamentares

Valter Campanato/29.09.2017/Agência Brasil

O Palácio do Planalto negou nesta quarta-feira (4), por meio de nota divulgada à imprensa, que esteja negociando uma MP (medida provisória) com a bancada ruralista para liberar o arrendamento de terras indígenas.

— Não é verdade que o governo esteja preparando publicação de medida provisória que liberará o arrendamento de terras indígenas. O presidente Michel Temer não prometeu nada a respeito, apenas tomou conhecimento do assunto durante audiência com parlamentares nesta terça-feira (3).

Nesta quarta (4), o jornal O Estado de S. Paulo noticiou que lideranças da bancada ruralista estavam negociando com o presidente da República a publicação de uma medida provisória que autorizasse a produção agrícola ou pecuária dentro de terras indígenas, o que atualmente é proibido por lei. De acordo com a publicação, os deputados Valdir Colatto (PMDB/SC) e Luiz Carlos Heinze (PP/RS) — que participaram de um encontro com Temer na tarde desta terça (3) — confirmaram a informação.

Segundo o jornal, os deputados declararam que Temer "se comprometeu em apresentar, na próxima segunda-feira, o texto de uma medida provisória que autorizaria a realização de 'parcerias' entre indígenas e produtores rurais, para exploração de áreas demarcadas".