TJ decide que Luiza Brunet não tem direito à metade dos bens do ex

A decisão por 3 a 0 foi dada pelos desembargadores da 5ª Câmara do Tribunal; empresário Lírio Parisotto já havia sido condenado por agressão

O empresário Lírio Parisotto e a modelo Luiza Brunet

O empresário Lírio Parisotto e a modelo Luiza Brunet

Reprodução/Record TV

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) decidiu que a atriz e modelo Luiza Brunet, 58 anos, não tem direito à metade do patrimônio do empresário Lírio Parisotto, 66 anos. Luiza movia processo para comprovar união estável e ter direito à metade dos bens adquiridos por ele durante o período em que se relacionaram, de 2012 a 2015.

“A tese foi derrubada pelo Tribunal por 3 votos a zero, que entendeu, acertadamente, que o casal mantinha apenas uma relação de namoro”, explica o advogado de Lírio, Luiz Kignel, do PLKC Advogados.

A tese da defesa do empresário foi acolhida pelos desembargadores da 5ª Câmara do TJ-SP.

Com fim do relacionamento conflituoso, a modelo foi vítima de agressão. Parisotto já havia sido condenado pelo Tribunal, em segunda instância, a um ano de prestação de serviços comunitários por agressão a ex-companheira.

A modelo respondeu em rede social neta sexta-feira (21). "A minha maior vitória já aconteceu. Foi a condenação do meu agressor. O reconhecimento da união estável faz parte da minha vida e é um direito que tenho. A luta continua por mim e por todas as mulheres", escreveu em post.

Ver essa foto no Instagram

NOTA.

Uma publicação compartilhada por Luiza Brunet 刺 (@luizabrunetoficial) em