Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Vice da Câmara cobra fim da conivência com vândalos em Angola

Deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP) pediu pelo fim da violência física contra pastores da Igreja Universal no país africano

Brasil|Do R7


Pereira quer fim de práticas violentas contra religiosos
Pereira quer fim de práticas violentas contra religiosos

O vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (Republicanos-SP), cobrou neste sábado (11) uma posição mais firme do governo e de autoridades angolanas com relação ao que chamou de ‘vândalos, que estão fazendo bárbaries’ contra pastores da Igreja Universal naquele país. O deputado federal disse que está em contato com o Itamaray e com as embaixadas para encerrar a conivência com práticas violentas por lá.

Desde pelo menos o final de junho, religiosos brasileiros que moram no país africano sofrem com agressões psicológicas e físicas e são impedidos de frequentar as igrejas. As ações foram lideradas por ex-integrantes, expulsos da instituição.

“Tenho acompanhado bastante de perto essa gravíssima situação que está acontecendo com a Igreja Universal do Reino de Deus em Angola e verificamos até em ações da polícia e do próprio Ministério Público angolano uma certa conivência com os vândalos, com aqueles que estão fazendo barbárie inclusive levando à violência física e agressão de pastores”, disse Pereira.

O deputado externou a preocupação do parlamento e do governo brasileiro com a vida dos compatriotas fora do país. Além disso, não há neste momento o princípio de reciprocidade do povo angolano.

Publicidade

“É necessário que o governo e as autoridades de Angola façam justiça. E não proteger aqueles que estão agindo de forma criminosa”, concluiu.

Mais cedo, a Comissão de Relações Exteriores do Senado disse planejar a ida de um comitiva a Angola para pressionar o governo local pelo fim da perseguição aos religiosos brasileiros. A proposta do senador Major Olimpio (PSL-SP) é usar uma aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira) para levar os parlamentares na viagem.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.