Estados Unidos

Brasília Alunos dos EUA vão frequentar atividades de escola pública do DF

Alunos dos EUA vão frequentar atividades de escola pública do DF

Visita ocorre nesta terça-feira (7), quando 20 estudantes dos EUA vão acompanhar aulas e atividades do Centro Educacional do Lago

  • Brasília | Karla Beatryz*, do R7, em Brasília

Escola recebe alunos de intercâmbio dos Estados Unidos nesta terça-feira (7)

Escola recebe alunos de intercâmbio dos Estados Unidos nesta terça-feira (7)

Reprodução/CEL

O Centro Educacional do Lago, no Distrito Federal, recebe 20 estudantes dos Estados Unidos nesta terça-feira (7). A escola pública foi escolhida para receber o programa Jovens Embaixadores, que acontece anualmente levando estudantes brasileiros para os EUA, mas agora, pela primeira vez, trará estudantes do país norte americano para o Brasil. 

Os alunos vão frequentar as aulas e atividades regulares da instituição. O Centro Educacional do Lago é uma escola pública de Ensino Médio de período integral e bilíngue, que desde 2018 desenvolve projetos voltados para a internacionalização e formação da cidadania global dos estudantes.


A visita à capital federal é uma iniciativa do Departamento de Estados da Embaixadas dos EUA no Brasil, que selecionou 20 alunos que se destacaram para a oportunidade, em uma seleção com meses de duração. Na visita, representantes de embaixadas, centros binacionais e integrantes da Secretaria de Educação comparecerão à escola.


"Uma programação especial está sendo preparada pela escola, para aproveitar essa oportunidade única de intercâmbio cultural. Tanto professores quanto alunos terão grandes oportunidades para aprimorar a língua inglesa, estabelecer contatos, formar amizades e estabelecer parcerias binacionais", divulgou o Centro de Ensino.

A escola ainda destaca que, apesar de estar em região nobre de Brasília, atende jovens de regiões periféricas do DF, como São Sebastião, Paranoá, Jardim Botânico, Jardins Mangueiral, entre outras, promovendo a diversidade. "Aproximadamente 65% dos estudantes se declaram pardos ou pretos e, aproximadamente, 80% são de faixas mais baixas renda."


Leia mais: Lula é diagnosticado com Covid-19 e cancela agendas presenciais


*Estagiária sob supervisão de Fausto Carneiro.

Últimas