Brasília Avião que levava Marília Mendonça já foi alvo de denúncias

Avião que levava Marília Mendonça já foi alvo de denúncias

A Anac emitiu neste sábado (6) uma nota em que aborda as denúncias contra a empresa responsável pela aeronave

  • Brasília | Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

Avião da PEC Táxi Aéreo teria sido alvo de denúncias

Avião da PEC Táxi Aéreo teria sido alvo de denúncias

Reprodução

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) emitiu, na tarde deste sábado (6), um comunicado em que aborda as denúncias recebidas contra a empresa PEC Táxi Aéreo, responsável pelo avião que caiu e matou Marília Mendonça e outras quatro pessoas. A empresa foi alvo de uma denúncia encaminhada à Anac em junho pelo MPF-GO (Ministério Público Federal em Goiás). De acordo com a Anac, "em caso de constatação de indícios de irregularidade, será instaurado processo administrativo para apuração e adoção de providências administrativas pertinentes".

A agência disse no comunicado que já havia recebido uma denúncia anônima sobre a empresa de táxi aéreo em março de 2021, antes mesmo do recebimento do ofício do Ministério Público Federal de Goiás, enviado em 14 de junho. Segundo a Anac, foram adotadas prontamente providências para a apuração das denúncias. 

Aquecimento dos para-brisas

Um dos objetos da denúncia encaminhada à Anac estava associado ao aquecimento dos para-brisas da aeronave. Segundo a nota da agência, ficou constatada, no entanto, a substituição da peça em maio deste ano. De acordo com a Anac, o resultado da apuração foi comunicado pela agência ao MPF-GO em 21 de junho, seis dias após o recebimento da denúncia.

A Anac conclui o comunicado ressaltando a importância de aguardar o avanço das investigações pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), órgão responsável pela apuração das causas do acidente.

Últimas