Brasília Cachorro passa 4 dias na porta de carceragem da polícia à espera do tutor; veja fotos

Cachorro passa 4 dias na porta de carceragem da polícia à espera do tutor; veja fotos

Animal foi transportado na viatura junto com o dono e ficou em frente à Divisão de Controle e Custódia de Presos, em Brasília

  • Brasília | Karla Beatryz*, do R7, em Brasília, e Rafael Cadengue, da Record TV

Cão na porta de delegacia esperando tutor ser liberado no Distrito Federal

Cão na porta de delegacia esperando tutor ser liberado no Distrito Federal

Material cedido/R7 - 7.11.2022

Um cachorro passou quatro dias em frente à Divisão de Controle e Custódia de Presos (DDCP) da Polícia Civil do Distrito Federal à espera de seu tutor, um homem em situação de rua que foi preso na última sexta-feira (4). O animal foi transportado junto com o detento, dentro da viatura, e permaneceu no local durante todo o tempo aguardando a liberdade do companheiro.

Segundo o policial civil Hugo Faria, o homem foi preso por ameaçar um familiar em Taguatinga (DF). Ele conta que, durante a detenção, o animal entrou na viatura junto com o tutor e ficou na porta da carceragem até a última segunda-feira (7), quando o detento foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda, em São Sebastião.

Leia mais: PF investiga morador do Distrito Federal por pornografia infantil

"Como eu vi a fidelidade do cachorro com ele e que eles tinham uma relação familiar, eu deixei o cão ficar na viatura. Fui pensando em uma solução durante o trajeto e se conseguiríamos uma doação para ele", explica o policial civil, que também realiza resgate e doação de animais há alguns anos e já chegou a conseguir abrigo para cerca de 200 bichos.

Os policiais, então, decidiram procurar alguém para cuidar do animal e localizaram a família do tutor. O agente disse que os parentes compareceram ao complexo policial e levaram o cachorro para casa. "No fim das contas, o cão fez a união da família toda. A avó e a irmã do detento falaram que o perdoaram e que cuidariam do animal", resumiu Hugo Faria.

*Estagiária, sob supervisão de Fausto Carneiro

Últimas