Brasília Caixa anuncia parceria com BNDES e Economia para projetos nos municípios

Caixa anuncia parceria com BNDES e Economia para projetos nos municípios

Entre as primeiras ações estão propostas sobre a  iluminação pública e o saneamento básico; a expectativa é movimentar R$ 50 bilhões

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

Tatiana Thomé (à esq.), vice-presidente de Governo da Caixa, durante a apresentação da parceria

Tatiana Thomé (à esq.), vice-presidente de Governo da Caixa, durante a apresentação da parceria

Renato Souza/R7 - 20.09.22

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (20) uma parceria com o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) e o CPPI (Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos), do Ministério da Economia, para a realização de projetos estruturantes nos municípios.

O BNDES espera que as ações aprovadas movimentem R$ 50 bilhões, até o fim deste ano, em diversas frentes de projetos do programa de parcerias e privatizações. Entre as primeiras ações da parceria estão propostas sobre iluminação pública e saneamento básico.

A expectativa é que até 2.900 municípios sejam atendidos, com redução de 60% no consumo de energia por meio da otimização dos serviços oferecidos aos consumidores.

A vice-presidente de Governo da Caixa, Tatiana Thomé, destaca que a experiência do banco público na realização de projetos servirá para alavancar o programa.

"Com essa parceria, poderemos multiplicar, criar uma esteira de projetos, e a população atendida será muito maior. A Caixa tem experiência na estruturação de projetos para entes subnacionais. Temos hoje 72 unidades especializadas para fazer um relacionamento próximo como ente público para conseguir adaptar a realidade de cada um dos municípios e conseguir alavancar esses projetos. Com isso, vamos garantir a geração de emprego e renda nesses municípios", disse.

A primeira iniciativa, de acordo com Thomé, será a capacitação de servidores municipais para atuar no programa. "Vamos oferecer um curso para servidores, sobre o que é PPP e concessão, passando por todas as etapas de estruturação, até o acompanhamento do contrato", destacou.

Ela ressalta que as cidades poderão formar consórcios para alavancar investimentos. "Teremos novos chamamentos de iluminação pública, que serão publicados na próxima semana. Vamos publicar prospectando desses municípios não só projetos individuais, mas também consórcios de municípios", completa.

Últimas