Brasília Criança de 1 ano morre por complicações da Covid-19 no DF

Criança de 1 ano morre por complicações da Covid-19 no DF

Bebê estava internada no Hospital da Região Leste, e teve piora no quadro de saúde enquanto esperava uma mudança de leito

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Hospital da Região Leste

Hospital da Região Leste

Breno Esaki/Agência Saúde DF

Uma criança de 1 ano e 4 meses morreu na última segunda-feira (31) pelo agravamento da infecção por Covid-19 no Distrito Federal. Ela foi internada no Hospital da Região Leste, no Paranoá, com suspeita de pneumonia, mas, segundo a Secretaria de Saúde, o quadro se agravou rapidamente, e a paciente não resistiu.

Por conta do comprometimento respiratório agudo, ao ser internada, a criança foi testada para a Covid-19. Além disso, ela foi medicada com antibióticos e submetida à oxigenação via cateter nasal. Como a situação dela se agravou, precisou da máscara de oxigenação.

Diante disso, a equipe médica colocou a paciente na fila da regulação de leitos com prioridade 2, já que ela não precisava de intubação, naquele contexto. Foi durante a espera para um outro leito que a criança sofreu uma piora no quadro de saúde.

No fim da tarde, ela teve uma parada cardíaca. Os profissionais de saúde tentaram reanimá-la por cerca de 40 minutos, mas a criança não resistiu. Segundo a SES-DF, o resultado do teste de infecção pelo coronavírus só foi confirmado depois da morte. 

Segundo balanço da pasta, pelo menos 4.211 crianças menores de 2 anos foram contaminadas pelo vírus no DF desde o início da pandemia, e duas morreram por complicações da Covid-19. 

Pelo segundo dia seguido, as UTIs pediátricas nos hospitais públicos para tratar as crianças e jovens acometidos por sintomas graves da doença atingiram 100% de lotação. A mesma situação foi observada em relação aos leitos adultos. Na manhã desta quarta-feira (2), o painel Infosaúde informava que havia apenas 3 leitos disponíveis na rede, esses destinados a recém-nascidos. 

Últimas