Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Delegados da PF vão fazer 'operação padrão' para pressionar por reajuste

Eles querem a edição de uma medida provisória que reestruture carreira e conceda aumento às carreiras da Polícia Federal

Brasília|Renato Souza, do R7, em Brasília


Sede da Polícia Federal, em Brasília
Sede da Polícia Federal, em Brasília

Em assembleia realizada em Brasília, a ADPF (Associação dos Delegados da Polícia Federal) aprovou ações para pressionar o governo a assinar uma medida provisória que conceda reestruturação de carreira aos delegados e agentes. A MP concederia às carreiras da PF reajuste que soma R$ 1,7 bilhão.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (21), a entidade afirma que, "diante da ausência de reconhecimento e de valorização dos esforços dos policiais federais por parte do governo federal, a ADPF recomenda aos associados que não realizem deslocamentos para o cumprimento de missões sem o recebimento prévio de diárias, nos termos do previsto na legislação, bem como que deslocamentos superiores a 400 km sejam feitos sempre por via aérea".

Leia também

Além disso, foi aprovada a chamada "operação-padrão", com redução da produtividade na área administrativa. A associação também recomendou aos delegados que façam críticas públicas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) nas redes sociais dele e em páginas do governo na internet.

Outra ação aprovada é a ida a eventos oficiais da Polícia Federal com adesivos e adereços em protesto contra a "desvalorização da categoria" e advertindo que o presidente da República não teria cumprido a promessa de campanha de "valorizar a segurança pública".

Publicidade

A mobilização deve ocorrer em conjunto com entidades que representam todos os policiais federais — e não só os delegados. A associação afirma, também, que vai procurar outros pré-candidatos à Presidência para conversar. Uma das reivindicações é que o presidente passe a nomear o diretor-geral da corporação com base em lista tríplice votada pelos agentes e delegados.

"Entre as ações que serão tomadas, ressalta-se a realização, no próximo dia 28 de abril (quinta-feira), de mobilização de todos os policiais federais. O ato acontecerá em todas as unidades da Polícia Federal espalhadas pelo Brasil", informa a associação, em nota. A próxima assembleia, com votação de paralisação, foi marcada para 2 de maio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.