Brasília Deltan produz vídeo para detalhar os R$ 575 mil recebidos via Pix para indenizar Lula; assista

Deltan produz vídeo para detalhar os R$ 575 mil recebidos via Pix para indenizar Lula; assista

Ex-procurador conta versão própria da ação em que foi condenado a pagar R$ 75 mil por PowerPoint contra o ex-presidente

  • Brasília | Emerson Fonseca Fraga, do R7, em Brasília

O ex-coordenador da Lava Jato e pré-candidato a deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos) publicou nas redes sociais um vídeo de quatro minutos e seis segundos em que conta a própria versão do processo que o levou à condenação em R$ 75 mil por uma apresentação de PowerPoint contra o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. Veja acima.

O ex-procurador da República afirma, utilizando-se de imagens que teriam sido retiradas de sistema do Banco do Brasil, que recebeu doações para pagar a indenização que somaram R$ 575.909,53. Ele conta que, tirando os 4% de imposto pago, restaram R$ 552.873,15 — dinheiro que aplicou em letras de crédito do agronegócio (LCAs).

Abertura do vídeo postado por Deltan no Facebook e no Instagram

Abertura do vídeo postado por Deltan no Facebook e no Instagram

Deltan Dallagnol/Reprodução - 1º/06/2022

O vídeo de Dallagnol, divulgado nesta quarta-feira (1º), tem como título "Pix para o Lula — A história por trás do maior protesto contra a injustiça no Brasil". No filme, ele diz que, na primeira e na segunda instâncias judiciais, com "juízes concursados e técnicos", não havia sido condenado, e que achava que "a possibilidade de condenação era e continua sendo absurda". A decisão contra ele veio do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo o pré-candidato, a condenação passou uma "mensagem clara de que o combate à corrupção estava sendo criminalizado no país, e uma mensagem de que a corrupção compensa". Enquanto ele falava, no fundo aparecia uma imagem da deusa grega da Justiça, Thêmis, em chamas.

Um dos slides sobre Lula apresentados por Dallagnol

Um dos slides sobre Lula apresentados por Dallagnol

MPF/REPRODUÇÃO - ARQUIVO

Desde que a condenação se tornou pública, Deltan recebeu Pix, acompanhados de mensagens religiosas, de apoio à Lava Jato e de apoio pessoal.

Segundo o ex-procurador, em 36 horas, mais de 12 mil pessoas fizeram doações. No vídeo, ele diz que vai recorrer da condenação quantas vezes puder.

A assessoria de Lula disse que não vai comentar o assunto.

Últimas