Brasília Duas crianças vítimas de exploração sexual e trabalho infantil são localizadas pela PRF no Entorno do DF

Duas crianças vítimas de exploração sexual e trabalho infantil são localizadas pela PRF no Entorno do DF

Elas eram encarceradas em uma casa de prostituição e dormiam com lençóis sujos de sangue

  • Brasília | Gustavo Frasão, do R7

Irmãos, de dez e 12 anos, eram vítimas de exploração sexual e trabalho infantil

Irmãos, de dez e 12 anos, eram vítimas de exploração sexual e trabalho infantil

Divulgação / PRF

Duas crianças vítimas de exploração sexual e trabalho infantil foram salvas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na noite desta sexta-feira (14) em Alexânia (GO), região do Entorno do DF. A ação fez parte da Operação Copa das Confederações PRF.  

As vítimas eram encarceradas em uma chácara que fica às margens da BR-060, na altura do quilômetro 14, e a suspeita da polícia é que no local funcionava uma casa de prostituição.  

O inspetor Daniel Bonfim, responsável pela operação, explicou que a corporação recebeu um pedido da Vara da Infância e da Juventude e da Secretaria de Segurança Municipal para apurar a denúncia.  

Leia mais notícias no R7 DF

Funcionária de hospital é demitida após denunciar médico por assédio sexual

A corporação contou com auxílio de cães farejadores e na chácara denunciada foram encontradas armas, munições e drogas sintéticas.   

Vítimas dormiam em ambiente insalubre e usavam lençóis sujos de sangue

Vítimas dormiam em ambiente insalubre e usavam lençóis sujos de sangue

Divulgação / PRF

— Achamos vários cachimbos de crack, oito comprimidos de uma droga sintética conhecida como "cápsula de vento", remédios abortivos, um revólver calibre 38 e dez munições.   

O inspetor esclareceu que as crianças, de dez e 12 anos, eram obrigadas a trabalhar e a cumprir as tarefas domésticas.  

No quarto onde as vítimas dormiam, foi comprovada uma situação "deplorável".  

— Ambiente totalmente insalubre e sujo. As crianças são irmãs e dormiam em lençois contaminados com sangue. Elas têm as mãos bem calejadas, sinal de esforço e trabalho físico.  

No momento da ação, as crianças estavam na escola e agora estão sob a guarda do Conselho Tutelar. Nas próximas horas, elas serão submetidas a exames de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal), que também analisará os lençóis sujos de sangue.      

Bonfim disse que foram presos o dono da chácara, que admitiu ser o dono da arma, a mulher dele, que é garota de programa, e três usuários de crack suspeitas de abusar sexualmente dos menores.  

— A garota de programa disse que as crianças são filhas de uma colega que teria pedido para que ela cuidasse delas.   Outros trabalhos e buscas ainda serão realizados na parte externa da casa neste sábado (15). Os suspeitos estão detidos e poderão responder por estupro de vulneráveis.  

O dono da chácara também pode ser indiciado por porte ilegal de armas. As penas, caso condenados, podem chegar a 15 anos de prisão.  

Faça seu e-mail do R7
Imprima suas fotos no R7!
Venha para o R7 Banda Larga!

Últimas