Brasília Economia no DF cresce 4,2% no 3º trimestre deste ano, diz pesquisa

Economia no DF cresce 4,2% no 3º trimestre deste ano, diz pesquisa

Setor agropecuário foi o que mais apresentou avanços, com saldo positivo de 28%; logo depois estão indústria (9,2%) e serviços (3,7%)

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Fazenda de produção de grãos no Distrito Federal

Fazenda de produção de grãos no Distrito Federal

Joel Rodrigues/Agência Brasília - 13.04.2022

A economia do Distrito Federal teve um crescimento de 4,2% no terceiro trimestre de 2022 em comparação com o mesmo período do ano passado. O percentual consta no Boletim de Conjuntura do DF, divulgado nesta sexta-feira (16) pelo Instituto de Pesquisa e Estatística do Distrito Federal (IPEDF).

De acordo com o levantamento, essa é a sexta melhora consecutiva nos indicadores. Além disso, o crescimento trimestral também é maior que o nacional, de 3,6%, pela quarta vez, e no acumulado do ano, em que o DF cresceu 4,3% e o país, 3%.

O boletim de conjuntura acompanha a atividade econômica da capital, a inflação local e o desempenho do mercado de trabalho.

Setor agropecuário

O setor que mais puxou o crescimento no período, de acordo com o IPEDF, foi o agropecuário, que apresentou um avanço de 28%. Na sequência aparecema indústria (9,2%) e serviços (3,7%). Este último, apesar de ter o resultado mais tímido, é responsável por 95,7% da economia da capital.

Segundo o boletim, dentro do setor de serviços, a área que mais cresceu foi a de informação e comunicação, que apresentou um desempenho 37,6% maior que no penúltimo trimestre de 2021. Na sequência, artes e cultura também ficaram com saldo positivo em 19,9%, e transportes, com 13,7%.

No ramo da indústria, a construção puxou o crescimento econômico, com um desempenho positivo de 15,6%, seguido pelas indústrias extrativas, que ficaram em 11,5%.

Últimas