Brasília Esposa de Geraldo, Lu Alckmin se filia ao PSB em São Paulo

Esposa de Geraldo, Lu Alckmin se filia ao PSB em São Paulo

Filiação da ex-primeira-dama paulista ocorre dentro do período eleitoral que permite que ela se candidate às eleições deste ano

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Caio França, Tabata Amaral, Lu Alckmin e Geraldo Alckmin

Caio França, Tabata Amaral, Lu Alckmin e Geraldo Alckmin

Reprodução

A esposa do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, Lu Alckmin, se filiou ao PSB (Partido Socialista Brasileiro) ontem, sábado (2). A filiação da ex-primeira-dama paulista ocorre dentro do período eleitoral que permite que ela se candidate nas eleições de outubro deste ano.

"Ainda não sei se [Lu Alckmin] vai disputar a eleição, mas posso garantir que ela está preparada para qualquer missão que lhe for dada", afirmou o deputado estadual Caio França (PSB-SP).

"Sempre tive muita admiração pela dona Lu Alckmin enquanto esteve à frente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo. Ela é querida e respeitada nas comunidades pelas ações criadas como as oficinas de costura, padarias artesanais, cursos de capacitação e tantas doações feitas para famílias mais carentes depois de tantos anos", completou.

Já Márcio França, pai do parlamentar estadual e pré-candidato ao Governo de São Paulo, disse que recebeu com alegria a filiação de Lu Alckmin. “Preparem as urnas”, escreveu nas redes sociais.

O ato de filiação ocorreu durante o congresso municipal do partido em São Paulo. Na ocasião, a deputada federal Tabata Amaral foi consagrada presidente do PSB na capital paulista.

A filiação ocorre ainda dias após o ex-governador paulista entrar para os quadros do partido. O nome dele está na reta final de articulação para ocupar o posto de vice na chapa do ex-presidente Lula ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano. 

Últimas