Brasília Garimpo ilegal: balsa com sete pessoas é apreendida no Pará

Garimpo ilegal: balsa com sete pessoas é apreendida no Pará

Ministério Público Federal participou, neste sábado (16), de operação para evitar a entrada na Terra Indígena Xipaia, no Pará

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Balsa com sete pessoas é apreendida no PA

Balsa com sete pessoas é apreendida no PA

ASCOM/PF - 16.4.2022

O MPF (Ministério Público Federal) participou, neste sábado (16), de uma operação para evitar a invasão de garimpeiros do Território Indígena Xipaia, no Pará. Uma balsa que levava cinco adultos e dois adolescentes foi apreendida. No momento da abordagem, a embarcação estava atracada embaixo de árvores.

Na última semana, o procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou o depoimento de uma das lideranças da comunidade indígena a autoridades regionais e solicitou providências para evitar um conflito armado no local. Depois da apreensão, o grupo foi autuado pela polícia. Os menores foram encaminhados ao conselho tutelar e os demais à delegacia da Polícia Federal em Itaituba (PA).

A Operação Guardião da Floresta está em curso desde o mês passado e tem o objetivo de combater o garimpo ilegal em terras indígenas. 

Além do MPF, a operação contou com a participação da Polícia Federal, do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), da Força Nacional de Segurança Pública, do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e da Funai (Fundação Nacional do Índio). Um dos obstáculos para o combate ao garimpo ilegal ali é a dificuldade de acesso à região de Xipaia. Saindo de Altamira, o trajeto pelos rios leva, aproximadamente, dois dias.

Últimas