Brasília Governo quer ampliar segurança federal em fronteiras terrestres, portos e aeroportos, diz Dino

Governo quer ampliar segurança federal em fronteiras terrestres, portos e aeroportos, diz Dino

O ministro da Justiça e Segurança Pública afirmou que a medida pode fortalecer o combate ao tráfico de drogas e armas no país

  • Brasília | Augusto Fernandes, da Record TV

Dino diz que governo vai fortalecer segurança nas fronteiras

Dino diz que governo vai fortalecer segurança nas fronteiras

Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil - 5.9.2023

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse nesta quarta-feira (25) que o governo deve fortalecer a presença de forças de segurança federais nas fronteiras terrestres, além de portos e aeroportos. Segundo ele, a iniciativa pode ampliar as ações de combate ao tráfico de drogas e armas no Brasil e coibir a atuação de milícias.

“Há um estudo que está em fase conclusiva, que vai ser apresentado ao presidente da República na próxima semana, visando ao fortalecimento de três áreas que são de competência federal. No caso, fronteiras terrestres — isso é relevante para o tráfico de drogas e armas, que atinge fortemente a região Sudeste; portos — nesse momento inicial, portos relativos à região Sudeste; e aeroportos”, afirmou Dino a jornalistas no Palácio do Planalto.

O ministro fez a declaração após uma reunião com os ministros José Múcio (Defesa) e Rui Costa (Casa Civil) e os três comandantes das Forças Armadas. No encontro, os membros do governo federal discutiram a possibilidade de enviar militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica para reforçar a segurança pública no Rio de Janeiro, depois de 35 ônibus e um trem terem sido incendiados em retaliação à morte de um miliciano na zona oeste da capital fluminense, nesta semana.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

O encontro terminou sem definição, e, de acordo com Dino, na próxima semana o governo deve tomar uma decisão. Contudo, segundo o ministro, o Executivo vai reforçar as equipes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional no Rio de Janeiro.

“A orientação do presidente Lula vai na direção do reforço da presença federal no Rio de Janeiro, mantendo neste momento o trabalho de cooperação entre as forças federais e as forças estaduais, de acordo com as competências de cada uma”, comentou.

“No caso especificamente do Ministério da Justiça, estamos fazendo semana a semana um aumento dos nossos efetivos, tanto da Polícia Federal quanto da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional, e também um grupo de policiais civis de vários estados, que estão lá no Rio de Janeiro fazendo operações integradas”, acrescentou Dino.

Ainda de acordo com o ministro, o governo deslocou mais analistas de inteligência da Polícia Federal para o Rio de Janeiro. “Todo o efetivo da Força Nacional inicialmente disponibilizado já está no Rio, e vamos manter essa presença e ampliá-la de acordo com as necessidades e a avaliação semanal que nós fazemos.”

Últimas