Brasília Homem é indiciado por suspeita de transmitir HIV de propósito em GO

Homem é indiciado por suspeita de transmitir HIV de propósito em GO

De acordo com a Polícia Civil de Goiás, seis mulheres já procuraram a delegacia para denunciá-lo 

  • Brasília | Giovana Cardoso e Karla Beatryz*, do R7, e Daniel Yamanakaem, da Record TV, em Brasília

Vírus do HIV

Vírus do HIV

Pixabay

Um homem foi indiciado por lesão corporal gravíssima pela suspeita de transmitir HIV propositalmente para mulheres em Pontalina (GO). De acordo com a Polícia Civil do estado, seis mulheres já procuraram a corporação para denunciá-lo. Ele está preso desde o dia 21.

 Segundo as investigações, o homem, de 37 anos, não avisava as companheiras sobre sua condição e mantinha relações sexuais com elas sem proteção. Ele nega as acusações.

“As investigações ainda prosseguirão visando identificar novas vítimas, sendo que até o momento seis mulheres já foram identificadas e pelo menos três delas já testaram positivo”, afirmou o delegado Leylton Barros.

O delegado responsável ainda afirmou que, durante as investigações, foram colhidos elementos que “comprovam a vontade inequívoca desse homem de transmitir o vírus”.

O homem pode pegar uma pena de no máximo oito anos de prisão. Atualmente, ele está preso na Unidade Prisional de Pontalina, onde está à disposição do Poder Judiciário.

* Estagiárias, sob supervisão de Fausto Carneiro

Últimas