Brasília Lira diz que tentou falar com Bolsonaro sobre reforma tributária, mas foi ignorado

Lira diz que tentou falar com Bolsonaro sobre reforma tributária, mas foi ignorado

Presidente da Câmara disse que mandou uma mensagem na véspera da votação para o ex-presidente da República

  • Brasília | Hellen Leite, do R7, em Brasília

Jair Bolsonaro já foi próximo a Arthur 
Lira

Jair Bolsonaro já foi próximo a Arthur Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta quinta-feira (6) que tentou falar com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre a proposta de reforma tributária, que começou a ser votada nesta quinta-feira (6) no plenário da Casa. No entanto, Lira disse ter sido ignorado. "Mandei mensagem. Não fui respondido, não liguei e não consegui falar", relatou o presidente da Câmara, ao ser perguntado se havia tentado conseguir o apoio do ex-presidente da República. 

"Eu queria que todos tivessem pelo menos o respeito ao trabalho que foi desenvolvido. Vamos tratar tecnicamente essa matéria, sem questão com as políticas. Essa matéria não é política, essa matéria é técnica. É a matéria mais importante para o país ter tranquilidade jurídica para quem quer investir, para quem quere contribuir com seu crescimento e gerar empregos", completou. 

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

Jair Bolsonaro pediu que os deputados do PL, partido dele, com a maior bancada da Câmara, votem contra a proposta da reforma tributária. Em nota divulgada na noite de quarta-feira (5), O ex-presidente alega que o atual, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), "diz ter orgulho de ser comunista, que na Venezuela impera a democracia, [e] é amigo de Ortega, que prende padres e expulsa freiras".

Nem mesmo o apelo do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), convenceu o ex-presidente a ceder e apoiar a proposta. Bolsonaro, Tarcísio, lideranças e parlamentares do PL chegaram a se reunir durante o dia, nesta quinta (6), para discutir o tema. Entretanto, quando a reforma tributária começou a ser votada no plenário, o PL orientou que a bancada votasse "contra" a proposta.

Últimas