Brasília Lula retoma agenda internacional nesta segunda, com viagens para o Oriente Médio e Alemanha

Lula retoma agenda internacional nesta segunda, com viagens para o Oriente Médio e Alemanha

Este é o primeiro giro do petista fora do país desde a realização de duas cirurgias, em setembro; embarque está previsto para as 14h

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Lula embarca para a primeira viagem após cirurgias

Lula embarca para a primeira viagem após cirurgias

Adriano Machado/Reuters - 01.11.2023

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva embarca nesta segunda-feira (27) para a primeira viagem internacional desde que realizou uma cirurgia no quadril direito, há dois meses. O chefe do Executivo vai passar por três países do Oriente Médio e pela Alemanha. A principal agenda do petista é a participação na 28ª Conferência de Mudanças Climáticas (COP 28), da Organização das Nações Unidas (ONU), nos Emirados Árabes.

Lula deve partir de Brasília às 14h desta segunda (27) com destino a Riade, na Arábia Saudita, seguindo na sequência para Doha, no Catar. O presidente terá agendas com as realezas locais e empresários.

Depois da COP 28, Lula vai para a Alemanha, "com chegada prevista no dia 2 ou 3 de dezembro, para se reunir com representantes do governo local" e tratar de temas de interesse dos dois países, de acordo com o Executivo.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Na comitiva do presidente, estão os ministros Rui Costa (Casa Civil), Fernando Haddad (Fazenda), Carlos Fávaro (Agricultura), Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos), Alexandre Silveira (Minas e Energia), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e convidados.

Cirurgias

Em 29 de setembro, Lula fez dois procedimentos em um hospital particular de Brasília. O primeiro, chamado de artroplastia, serviu para tratar a artrose no quadril direito, enquanto o segundo, nomeado blefaroplastia, foi realizado para remover o excesso de pele nas pálpebras. O presidente recebeu alta médica em 1° de outubro.

A cirurgia no quadril incluiu a inserção de uma prótese híbrida e é considerada de baixo risco. O petista foi submetido a uma anestesia geral. A intervenção era recomendada pela equipe médica, mas Lula vinha adiando a operação desde o fim do ano passado. Em diversas ocasiões, o presidente, de 77 anos, reclamou de dores.

Últimas