Brasília PF cumpre três mandados de prisão preventiva na 17ª fase da Operação Lesa Pátria

PF cumpre três mandados de prisão preventiva na 17ª fase da Operação Lesa Pátria

Os agentes ainda fazem buscas em endereços ligados aos investigados; nomes dos alvos não foram divulgados

  • Brasília | Rafaela Soares, do R7, em Brasília

PF cumpre também dez mandados de busca

PF cumpre também dez mandados de busca

Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira (27) três mandados de prisão preventiva e dez de busca e apreensão contra suspeitos de terem participado, financiado ou fomentado os atos extremistas do 8 de Janeiro. Os nomes dos alvos não foram divulgados, e os mandados são cumpridos em São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Goiás.

O empresário Aildo Francisco Lima, conhecido como "Bahia", está entre os presos da 17ª fase da Operação Lesa Pátria. O homem ficou conhecido por fazer uma live sentado na cadeira do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes durante os atos extremistas em 8 de janeiro. Bahia foi preso em São Paulo. Outros dois mandados de prisão foram autorizados: Basilia Batista, também em São Paulo, e Margarida Marinalva de Jesus Brito, do DF.

A PF apura se os investigados cometeram os crimes de abolição violenta do Estado democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

As investigações continuam em curso e a operação é permanente. O objetivo é identificar pessoas que depredaram, instigaram, financiaram ou fomentaram os fatos ocorridos em 8/1, em Brasília/DF, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos.

16ª fase

No começo de setembro, a 16ª fase da operação mirou os financiadores. Na época, a PF informou que os danos ao patrimônio público podem chegar à casa dos R$ 40 milhões, e por isso foi determinada a indisponibilidade de bens dos investigados.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

Confira os mandados cumpridos em cada estado na época:
• São Paulo - 12;
• Paraná - 6;
• Mato Grosso do Sul - 2;
• Tocantins - 2;
• Santa Catarina - 3;
• Minas Gerais - 26; e
• Ceará - 2.

A Operação Lesa Pátria é permanente enquanto as investigações estiverem em curso. A PF afirma que haverá “atualizações periódicas” sobre o número de mandados expedidos, bem como sobre as pessoas presas e as consideradas foragidas.

Últimas