Brasília PF realiza busca e apreensão de bens de suspeitos de desviar benefícios do Seguro Defeso 

PF realiza busca e apreensão de bens de suspeitos de desviar benefícios do Seguro Defeso 

Operação investiga organização que teria ajuda de um gerente da Caixa que dava aos criminosos acesso às contas dos beneficiados 

  • Brasília | Do R7, em Brasília

PF realiza Operação Mar Morto

PF realiza Operação Mar Morto

Reprodução/PF

A Polícia Federal cumpre nesta sexta-feira (28) sete mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em Redenção (PA), além do sequestro e bloqueio de bens de suspeitos de fazer parte de organização criminosa especializada em desviar valores de beneficiários do Seguro Defeso.

De acordo com a PF, a quadrilha contava com a participação de um gerente da Caixa Econômica Federal, que dava acesso às contas das vítimas para que os suspeitos fizessem saques, pagamento de boletos e transferências eletrônicas para "laranjas", que sacavam os recursos.

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Ainda de acordo com a Polícia Federal, o grupo desviou ao menos R$ 866 mil das contas de 254 titulares, sendo 237 beneficiários do Seguro Defeso. "Estão sendo apurados os crimes de inserção de dados falsos em sistema de informações, furto qualificado por meio informático e organização criminosa", informou a corporação, em nota.

Para identificar os suspeitos e os "laranjas", a operação Mar Morto da PF teve a ajuda da Caixa. Ainda de acordo com a corporação, os correntistas lesados já foram ressarcidos pelo banco e o funcionário suspeito de envolvimento foi demitido.

O que é o seguro defeso

undefined

O Seguro Defeso é um benefício pago ao pescador artesanal quando ele tem sua atividade suspensa no período em que os animais se reproduzem, o que garante a preservação das espécies. Desde abril de 2015, a habilitação e a concessão do seguro cabem ao INSS e a gestão ao Ministério da Economia.

Últimas