Brasília Polícia apreende 60 quilos de 'supermaconha' avaliados em R$ 3,6 milhões

Polícia apreende 60 quilos de 'supermaconha' avaliados em R$ 3,6 milhões

Quatro suspeitos foram presos; operação foi realizada de forma conjunta entre PRF e Polícia Civil do DF

  • Brasília | Gabrielle Vieira, do R7, em Brasília

Drogas apreendidas na Operação Rota do Norte

Drogas apreendidas na Operação Rota do Norte

Divulgação/PCDF e PRF-DF

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu — em operação conjunta com a Polícia Civil do DF — 60 quilos de skunk, uma variação mais potente da maconha. A droga apreendida é avaliada em cerca de R$ 3,6 milhões, segundo os policiais. Quatro suspeitos foram detidos: uma mulher e três homens. A operação, batizada de Rota do Norte, ocorreu na tarde desta quinta-feira (29). 

Segundo a PRF, os supeitos traziam drogas do Amazonas e usavam motocicletas para simular entregas por aplicativo enquanto faziam as vendas no Distrito Federal. O skunk — também conhecido como “supermaconha” — é uma droga de alto valor de revenda.

Durante a operação, os policiais abordaram na BR-070, no Distrito Federal, um veículo com placa do DF e uma motocicleta com placa de Goiás. No carro estavam a mulher e dois homens, enquanto outro homem seguia na motocicleta.

No momento do flagrante, os ocupantes do carro repassavam uma sacola para o condutor da motocicleta. Ao serem abordados, os suspeitos disseram aos policiais que pegaram a carga no estado do Amazonas. Eles foram detidos e encaminhados para a Polícia Civil do Distrito Federal.

A Operação Rota Norte foi desencadeada com o objetivo de desarticular o crime organizado responsável pelo transporte de grandes carregamentos de skunk que saíam do estado do Amazonas para o Distrito Federal.

Supermaconha

O skunk é conhecido como supermaconha e tem preço bem superior ao da maconha comum, de acordo com a polícia. A droga é cultivada de forma diferente com o objetivo de obter uma concentração maior de THC (tetra-hidrocanabinol), substância ativa com poder narcótico presente na maconha. 

Últimas