Brasília Polícia Civil do DF divulga foto de suspeito de estupro de vulneráveis

Polícia Civil do DF divulga foto de suspeito de estupro de vulneráveis

Edson Martins de Souza está foragido. Uma das vítimas relatou à polícia ter sido violada aos 8 anos

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

A Polícia Civil espera encontrar outras mulheres vítimas de Edson Martins, que está foragido

A Polícia Civil espera encontrar outras mulheres vítimas de Edson Martins, que está foragido

Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil do Distrito Federal procura Edson Martins de Souza, 39 anos, suspeito de praticar estupro contra três adolescentes. O caso está a cargo da 8ª Delegacia de Polícia, responsável pelo Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA) e pela Estrutural, onde os crimes ocorreram. De acordo com a delegada-chefe da unidade, Jane Klebia, a Justiça do DF já expediu um mandado de prisão preventiva contra Edson.

De acordo com a polícia, o suspeito era próximo das famílias das vítimas. Era assim que conseguia ficar a sós com as adolescentes. Depois de estuprá-las, ele as ameaçava e também as obrigava a tomar a pílula do dia seguinte, afirmando que, dessa forma, elas voltariam a ser virgens. Uma das garotas abordadas contou que tinha 8 anos quando ele a forçou a manter relações sexuais.

“Ele se aproveitadva da amizade que tinha com a família das vítimas, frequentava suas casas, e a partir daí, exigia que esses adolescentes mantivessem relações sexuais com elas. Em um dos casos, ele pediu para ir até uma casa para lavar uma louça e, quando percebeu que estava só com a vítima, ele forçou e a estuprou. Em duas oportunidades, ele retornou à casa e exigiu que as adolescentes tomassem a pílula do dia seguinte, para que elas voltassem a ser virgens”, relatou a delegada.

A expectativa da polícia é que, com a divulgação das imagens do suspeito, outras vítimas compareçam à delegacia. Além disso, quem tiver informações que ajudem os investigadores a chegar ao suspeitos pode fazer denúncias anônimas pelo número 197.

Últimas