Brasília Polícia investiga mortes de capivaras no Lago Paranoá

Polícia investiga mortes de capivaras no Lago Paranoá

Animais foram encontrados sem vida no Lago Norte na tarde de sexta-feira (24). Eles estavam com marcas de tiros

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Animais foram encontrados mortos no Lago Norte

Animais foram encontrados mortos no Lago Norte

Reprodução

A delegacia do Meio Ambiente investiga a morte de ao menos duas capivaras entre a QL 9 e a QL 11 do Lago Norte. Os animais foram encontrados sem vida e, aparentemente, com marcas de tiro, no começo da tarde de sexta-feira (24). 

As capivaras, já sem vida, foram encaminhadas para o Hospital Veterinário de Brasília para análise. Policiais ambientais foram acionados por pescadores e estiveram no local ainda na sexta. A polícia trabalha para descobrir quem matou os animais.  

Ataque
Este mês, o marinheiro de um clube de Brasília foi mordido por uma capivara enquanto nadava no Lago Paranoá. Ele foi levado para hospital e tomou vacinas. Segundo a vítima, que trabalha no clube há 34 anos, a área em que ele nadava é conhecida como piscina dos barcos, onde as embarcações ficam ancoradas. Ele estava no local ajudando a subir uma embarcação para o píer.

Nas imagens é possível ver o homem mergulhando, quando a capivara se aproxima, sobe nas costas do marinheiro e o morde no ombro e na cabeça.  O marinheiro foi socorrido por funcionários do clube e levado para o hospital, onde foi medicado e tomou vacinas antitetânica e antirrábica.

Últimas