Brasília Presidente do Senado defende vacinação de crianças contra Covid

Presidente do Senado defende vacinação de crianças contra Covid

Rodrigo Pacheco (PSD-MG) disse, nesta sexta-feira (24), que 'não podemos comprometer o futuro do Brasil'

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG)

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG)

Waldemir Barreto/Agência Senado - 18.11.2021

Em meio ao debate da inclusão de crianças entre 5 e 11 anos no PNI (Programa Nacional de Imunização), o presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), defendeu, nesta sexta-feira (24), a vacinação de crianças dessa faixa etária contra a Covid-19.

"Lutamos no Congresso Nacional para que todos os brasileiros tivessem acesso à vacina e fossem imunizados. E parte significativa da população brasileira já se vacinou. Com as crianças não deve ser diferente. Não podemos comprometer o futuro do Brasil", afirmou.

A inclusão ou não de crianças e adolescentes é analisada pelo Ministério da Saúde. A vacina da Pfizer contra a Covid-19 para essa faixa etária já foi aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O ministro Marcelo Queiroga chegou a dizer que "a pressa é inimiga da perfeição" e que vai se posicionar sobre a medida em 5 de janeiro.

Nesta quinta-feira (23), Queiroga afirmou que o governo federal liberará a vacinação contra a Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos, mas que vai condicionar a imunização desse público à apresentação de uma prescrição médica. O caso foi parar no STF (Supremo Tribunal Federal) e, também nesta sexta, o ministro Ricardo Lewandowski deu cinco dias ao governo para que explique a necessidade dessa prescrição.

Últimas