Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

RECORD Brasília é premiada por reportagem sobre falta de remédios a pessoas com autismo

Emissora venceu na na categoria ‘reportagem difundida pela televisão’ por matéria que foi ao ar no Balanço Geral

Brasília|Do R7, em Brasília


Reprodução / RECORD

A RECORD Brasília foi premiada pelo Movimento Orgulho Autista Brasil pela matéria sobre a falta de medicamentos para o tratamento da condição na capital do país. A reportagem contou a história do Arthur, de 9 anos, diagnosticado com transtorno do espectro autista nível 3, que é considerado autismo severo. Na época, o menino já estava há meses esperando dois medicamentos: o canabidiol e o aripiprazol. A produção da matéria é de Nathalia Kuhl e a reportagem de Ana Bianchini.

Produtora e repórter ganharam prêmio por reportagem

A premiação envolveu 20 categorias e contemplou iniciativas relacionadas ao autismo em todas as regiões do país. A RECORD foi premiada na categoria “reportagem difundida pela televisão” pela matéria que foi ao ar no Balanço Geral. Os remédios deveriam ser entregues pela Farmácia de Alto Custo, mas estavam em falta, por causa de um atraso no processo de licitação por parte da Secretaria de Saúde. A cerimônia do Prêmio Orgulho Autista foi realizada na Rádio Justiça.

A emissora cobrou respostas da Secretaria de Saúde do Distrito Federal sobre a falta do Canabidiol na rede pública, o que impacta diretamente o tratamento das pessoas diagnosticadas com o transtorno do espectro autista.

Por meio de nota, a secretaria informou que o canabidiol está em processo de compra emergencial, e que o aripiprazol não é padronizado na pasta e é adquirido apenas para atender demandas judiciais. Ainda segundo a pasta, a falta dos medicamentos se deve a problemas no processo de licitação.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.