Brasília Seis voos entre Brasília e São Paulo são cancelados após interdição em Congonhas

Seis voos entre Brasília e São Paulo são cancelados após interdição em Congonhas

Pousos e decolagens foram suspensos depois que pneu de jato particular estourou e aeronave parou em área de manobra

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Aeroporto de Congonhas

Aeroporto de Congonhas

Reprodução Record TV

A interdição da pista no Aeroporto de Congonhas (SP), na tarde deste domingo (9), afetou os voos entre Brasília e São Paulo. Na manhã desta segunda-feira (10), seis partidas e chegadas dos dois terminais foram canceladas. A informação é da Inframerica, que administra a plataforma.

Por isso, a orientação é que os passageiros com viagens marcadas confiram a situação dos voos junto às companhias aéreas. No domingo, 14 trechos foram cancelados entre a capital da República e a paulista, e mais nove com destino a outros locais. Ao todo, 18 voos sofreram atrasos.

Os pousos e decolagens no Aeroporto de Congonhas foram liberados nove horas depois da suspensão. Pela manhã, o pneu do trem de pouso de um avião de pequeno porte furou. Com isso, a aeronave da Learjet saiu da pista e parou em um trecho denominado taxiway, o barranco que separa o pátio da área urbana.

No momento do acidente havia cinco pessoas no avião, mas ninguém se feriu. Foi preciso interromper a operação na plataforma até que fosse feita a manobra de retirada do veículo, às 22h18.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes (Cenipa), órgão do Comando da Aeronáutica, vai investigar as causas do acidente. 

De acordo com a Infraero, 140 voos foram cancelados em decorrência do incidente, sendo 73 partidas e 67 chegadas. Os cancelamentos afetaram ao menos 13 estados e o Distrito Federal. Com isso, o terminal ficou lotado de passageiros que não conseguiram embarcar e tentavam remarcar as viagens.

Últimas