Brasília Suspeito de assassinar policial penal comemorou aniversário da vítima; veja vídeo

Suspeito de assassinar policial penal comemorou aniversário da vítima; veja vídeo

O corpo de José Françualdo Leite Nóbrega foi encontrado no sábado próximo ao município de Padre Bernardo (GO)

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Um dos suspeitos do assassinato do policial penal José Françualdo Leite Nóbrega, de 36 anos, era amigo da vítima. O corpo de Nóbrega foi encontrado no sábado (6) próximo ao município de Padre Bernardo (GO), em uma área de mata. Ele estava desaparecido desde o dia 28 de novembro de 2023. 

Policial penal estava desaparecido desde novembro

Policial penal estava desaparecido desde novembro

Reprodução / RECORD

O policial penal desapareceu quando saía de Águas Lindas de Goiás em direção a Brasília. Segundo o irmão dele, Jose Nóbrega, o homem foi morto por, pelo menos, cinco suspeitos. Dois deles teriam confessado o crime e levado a polícia até o local do corpo. No vídeo, um dos suspeitos, Manuelito Lima Júnior, aparece comemorando o aniversário do policial.

Manuelito trabalhava para Nóbrega em uma loja de aluguel de material de construção. O crime teria ocorrido porque Nóbrega desconfiou de desvios financeiros na empresa.

Desaparecimento

Um dia depois do desaparecimento de Nóbrega, familiares dele encontraram o carro do policial penal, uma camionete preta, carbonizada. O veículo estava abandonado em uma região de mata, no Paranoá. Os familiares registraram um boletim de ocorrência na 6ª Delegacia de Polícia, Paranoá, que ficou à frente das investigações.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Os policiais do DF tiveram acesso às imagens que mostram o carro de Nóbrega passando pelas avenidas do Paranoá. O veículo foi periciado e levado para o pátio da delegacia. Na época, os agentes não encontraram nada que pudesse levar a polícia até o paradeiro do homem.

Na semana do desaparecimento, a família do policial ofereceu uma recompensa no valor de R$ 50 mil para quem tivesse quaisquer informações sobre Nóbrega. Segundo a polícia, foram recebidas muitas denúncias. Os agentes da Polícia Civil fizeram varreduras em vários endereços do Entorno do DF.

Em entrevista à RECORD, os irmãos do homem disseram que não tinham esperanças de encontrá-lo vivo. Como Nóbrega era agente de segurança em Goiás, os policiais do estado também passaram a investigar o caso, que, até então, era apurado como desaparecimento.

Últimas