Brasília Tarcísio é o segundo com maior intenção de votos em SP, diz pesquisa

Tarcísio é o segundo com maior intenção de votos em SP, diz pesquisa

Pré-candidato ao governo paulista, ministro da Infraestrutura aparece entre os primeiros colocados na disputa

  • Brasília | Augusto Fernandes, do R7, em Brasília

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas

Alan Santos/PR - 2.9.2021

Uma pesquisa de intenção de votos para o Governo de São Paulo divulgada nesta segunda-feira (28) mostra o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, como segundo colocado entre os políticos que devem concorrer ao Palácio dos Bandeirantes.

Pré-candidato ao posto, Tarcísio anunciará sua filiação ao Republicanos nesta segunda. Até o fim desta semana, ele deve deixar o Ministério da Infraestrutura para se dedicar à campanha ao Governo de São Paulo.

Segundo a pesquisa, feita pela RealTime Big Data para a Record TV, Tarcísio aparece em segundo em quatro cenários no levantamento estimulado — quando são apresentados nomes aos participantes. No primeiro, que considerou todos os pré-candidatos, o ministro tem 14% das intenções de voto, o mesmo índice do ex-governador Márcio França, pré-candidato do PSB. Os dois só ficam atrás de Fernando Haddad, que deve disputar o pleito pelo PT — o ex-prefeito de São Paulo tem 27% das intenções.

Completam a lista Rodrigo Garcia (PSDB), com 6%; Renata Abreu (Podemos), com 2%; Vinicius Poit (Novo), Abraham Weintraub (Brasil 35) e Felício Ramuth (PSD), com 1% cada um; e Gabriel Colombo (PCB), com 0%. De acordo com a pesquisa, 20% responderam que votarão em branco ou anularão o voto, e 14% não responderam ou não souberam opinar.

Em um segundo cenário, com apenas Haddad, França, Tarcísio, Garcia e Poit concorrendo, o ministro da Infraestrutura tem 15% de intenção de votos, assim como França. Novamente, Haddad aparece em primeiro, com 27%. Garcia tem 7%, e Poit, 1%.

No terceiro cenário, que desconsiderou apenas a participação de França, Tarcísio tem 20% dos votos. Haddad lidera, com 32%. Garcia é o terceiro, com 9%, e Poit fica em quarto, com 2%.

O quarto cenário, no qual os votos para Haddad não foram contabilizados, tem Tarcísio com 17% dos votos. França está na frente, com 29%. Terceiro nesse levantamento, Garcia tem 9%. Poit é o último, com 2%.  

No levantamento espontâneo — quando não são apresentados nomes aos entrevistados —, Tarcísio também fica em segundo lugar, com 2%. Em primeiro está Haddad, com 3%. Márcio França, Boulos e Doria aparecem com 1%. Outros candidatos têm 2%. Segundo a consulta, 24% votariam nulo e 66% não souberam ou não responderam. 

A pesquisa também reuniu números a respeito da aceitação de cada candidato. Segundo a amostra, 50% dos entrevistados disseram que não votariam em Haddad. Weintraub é o segundo com maior rejeição, de 42%. Garcia completa o pódio, com 35%.

A pesquisa foi realizada pela RealTime Big Data entre os dias 25 e 27 de março. A empresa fez 1.500 entrevistas por telefone. A margem de erro do levantamento é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. Já o nível de confiança é de 95%.

Últimas