Rússia x Ucrânia

Brasília 'Vai sobrar para o Bolsonaro', diz Flávio após ida do MBL à Ucrânia

'Vai sobrar para o Bolsonaro', diz Flávio após ida do MBL à Ucrânia

Senador e filho do presidente da República criticou, nesta segunda (28), viagem ao país europeu feita por Arthur do Val e Renan Santos

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ)

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ)

Edilson Rodrigues/Agência Senado - 14.07.2021

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, criticou, nesta segunda-feira (28), a ida de integrantes do MBL à Ucrânia e afirmou que "vai sobrar" para o mandatário.

"Deve estar achando que lá [Ucrânia] é palco de manifestação, igual a avenida Paulista [em São Paulo]. Depois arruma problema e vai sobrar para o Bolsonaro resolver", escreveu Flávio nas redes sociais.

Mais cedo, o líder do MBL, Renan Santos, e o deputado estadual Arthur do Val (Patriota), que é pré-candidato ao governo de São Paulo, informaram que estão no país ucraniano nesta segunda-feira (28) para acompanhar in loco a invasão russa.

"A gente está indo in loco para ver o que está acontecendo, porque esse celular aqui é uma ferramenta. Eu vou te falar que essa guerra é uma guerra de informação", afirmou Arthur do Val.

Os gastos da viagem, segundo eles, foram bancados com recursos próprios. "Vale salientar: viajamos com nossa grana, sem missão oficial de governo algum, no meio de um feriado", disse Santos.

Últimas