Cidades Advogados da família de Lázaro vão ao IML para retirar corpo 

Advogados da família de Lázaro vão ao IML para retirar corpo 

Família de homem morto na última segunda-feira (28), em Águas Lindas (GO), não havia ido retirar o corpo com medo de retaliação

  • Cidades | Do R7, com informações da Record TV

Carro funerário que foi buscar corpo de Lázaro

Carro funerário que foi buscar corpo de Lázaro

Fred Silveira/Record TV

Advogados que prestam serviço para família de Lázaro Barbosa foram ao IML (Instituto Médico Legal) de Goiânia, nesta quarta-feira (30), para liberar a retirada do corpo do homem de 32 anos que foi morto com pelo menos 38 tiros na última segunda-feira (28), no município de Águas Lindas de Goiás.

O corpo estava há dois dias liberado para ser retirado, no entanto, a família estava temendo por retaliações, conforme informações da Record TV.

De acordo com a Record TV Goiás, o carro funerário que foi ao IML para levar o corpo é de Brasília. Os advogados que estiveram no local, não quiseram dar entrevista para falar sobre onde o corpo de Lázaro deve ser sepultado.

Lázaro foi morto na última segunda-feira, em uma ação policial que deu 125 tiros para capturar o homem que estava há 20 dias fugindo das buscas policiais na área rural de Goiás, após ser apontado como responsável pela morte de quatro pessoas da mesma família, no dia 9 de junho, em Ceilândia, na região administrativa do Distrito Federal.

Depois da chacina, o homem ficou conhecido como serial killer do Distrito Federal, e pode ter contado com uma rede de apoio na fuga. Nesta quarta-feira, a Polícia Civil indiciou um fazendeiro de 74 anos, apontado como responsável por abrigar Lázaro em sua fazenda, dando, inclusive, almoço e espaço para que ele passasse as noites.

Últimas