Cidades Após 13 anos, suspeito de participar do maior assalto ao BC é preso

Após 13 anos, suspeito de participar do maior assalto ao BC é preso

"Amarelo" estava em casa, com a esposa e a filha quando foi pego. Ele é suspeito de ter participado do roubo de mais de R$ 160 milhões 

Banco Central em Fortaleza teve prejuízo de R$ 164,7 milhões em 2005

Banco Central em Fortaleza teve prejuízo de R$ 164,7 milhões em 2005

Raw Image/Folhapress

Policiais militares do Distrito Federal prenderam na madrugada desta terça-feira (14), em Paranoá (DF), um homem acusado de participação no assalto milionário ao Banco Central de Fortaleza, em 2005. Conhecido como "Amarelo", o suspeito de 36 anos, foi preso em casa, após uma denúncia anônima. Ele estava acompanhado da esposa e a filha e não reagiu à prisão.

Segundo a Polícia Militar, na casa do acusado foi encontrada uma pistola calibre 38 com 12 munições intactas.

Suspeito de participar de roubo ao Banco Central é preso em SP

Contra ele existia um mandado de prisão em aberto que era válido até março de 2034 e ele era considerado foragido. Ele foi encaminhado para o 6º DP (Paranoá).

Assim que passar por audiência de custódia na Justiça, Amarelo deverá cumprir a pena no Complexo Penitenciário da Papuda, também no Distrito Federal.

Assalto ao Banco Central relembra o roubo de 2005

Amarelo participou da quadrilha que levou R$ 164,7 milhões do cofre da agência do Banco Central em Fortaleza, no maior furto a banco já registrado no país.

Para chegar ao cofre, a quadrilha cavou um túnel de 78 metros, perfurou um piso de 1,10 metro de espessura de concreto revestido com uma malha de aço, e passou por sensores de movimento e câmeras de vigilância - que não disparam.

Homem que participou de assalto ao BC era maior comprador de cocaína da Bolívia

    Access log