Cidades Caixas d'água de 15 metros desabam em prédio no ES

Caixas d'água de 15 metros desabam em prédio no ES

Bombeiros foram acionados para atender ocorrência de queda de estrutura às 9h, em um condomínio do bairro Padre Gabriel

  • Cidades | Do R7*

Duas caixas d'água de 15 metros desabaram, na manhã desta quarta-feira (30), no condomínio Residencial São Roque, no bairro de Padre Gabriel, em Cariacica, na região metropolitana do Espírito Santo. 

O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado para atender uma ocorrência de queda de estrutura, por volta das 9h, em um condomínio de Padre Gabriel. Assim que chegaram ao local, as equipes constataram que duas caixas d’água, com cerca de 15 metros de altura cada, haviam cedido. De acordo com os bombeiros uma delas atingiu o teto e o quinto andar de um dos edifícios.

Os bombeiros identificaram que uma vítima, que estaria trabalhando no teto desse prédio, havia sido atingida pela estrutura e estava com ferimentos e inconsciente.

Estrutura de água desaba em condomínio no Espírito Santo

Estrutura de água desaba em condomínio no Espírito Santo

Reprodução

As equipes subiram no topo da unidade e conseguiram realizar o resgate. O homem atingido foi conduzido até o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória. De acordo com a corporação, a laje do 5º andar do último pavimento está prestes a ceder. Ao todo, foram evacuados 14 blocos do condomínio.

A ocorrência está a cargo da Defesa Civil Municipal, que tem atribuição para avaliar a parte estrutural. Cabe ressaltar que o local possui alvará de incêndio e pânico em dia.

A Defesa Civil, por sua vez, informou que isolou a área do condomínio e retirou todos os moradores do local. Por meio de nota, a Defesa Civil informou que o empreendimento é de responsabilidade do Governo Federal, pois faz parte do projeto Minha Casa Minha Vida.

"O empreendimento teve a supervisão, vistoria e emissão dos laudos técnicos pelo banco Caixa antes de ser entregue às famílias. A obra foi realizada pela empresa Cobra engenharia. Nesse processo, coube à Prefeitura de Cariacica – por meio da Gerência de Habitação – cadastrar famílias que não possuíam casa própria e que habitavam áreas de risco ou em situação habitacional precária."* Com colaboração de Thais Travassos, da Record TV.

Últimas