Cidades Carta encontrada em chácara pode ter sido escrita por Lázaro

Carta encontrada em chácara pode ter sido escrita por Lázaro

Material encontrado por moradora de Águas Lindas (GO) dentro de mochila com comida e cobertores passa por perícia  

  • Cidades | Do R7, com informações da Record TV

Perseguição a Lázaro já dura 17 dias

Perseguição a Lázaro já dura 17 dias

Reprodução/ Record TV

Uma carta que teria sido escrita por Lázaro Barbosa, o homem de 32 anos perseguido há 17 dias por uma força tarefa da polícia de Goiás, foi encontrada pela moradora de uma chácara de Águas Lindas na manhã desta sexta-feira (25). O material, que passa por perícia, estava dentro de uma mochila  nde havia comida, cobertores, roupas e um alicate, de acordo com informações do Jornal de Brasília. 

O autor da carta fala sobre a infância, conta como aprendeu a viver no mato, fala sobre a família e diz foi preso mesmo sendo inocente e que sofreu o pior na prisão. "Olá Brasil. Olá meu eu nesse mundo todo que tem o desprazer de ter eu nele. Sou Lázaro Barbosa de Souza que pela primeira vez escrevo, não como estão falando que eu escrevi isso ou aquilo. Não sei muito escrever pois não terminei a 7ª série direto. Não to aqui para me justificar pois nada justifica tamanha crueldade", diz o texto. "Eu aprendi a viver no mato porque a minha mãe vivia com nós no mato com medo dele. Com 13 anos saí de casa e vim para o Goiás atrás de uma vida melhor."

O autor da carta afirma ainda que prefere morrer a se entregar, pede perdão às pessoas que prejudicou e diz que sente medo de morrer desde que deixou a cidade de Àguas Lindas. Em um dos trechos, registra: "EU TENHO CORAÇÃO, SAUDADES E SENTIMENTOS".

A caçada por Lázaro nesta quinta-feira seguiu com reforço na área de chácaras que foi cercada na quarta (24) e onde dois suspeitos foram presos. Os dois detidos foram ouvidos em uma audiênca de custódia e foram levados ao presídio de Águas Lindas. O secretário de Segurança de Goiás, Rodney Miranda, permanece acompanhando os trabalhos da força tarefa na região. 

Últimas