Cidades Colombiano é preso no aeroporto de Recife por tráfico de drogas

Colombiano é preso no aeroporto de Recife por tráfico de drogas

Estrangeiro de 46 anos estava com 6,5 kg de cocaína escondidos em fundo falso de mala e viajava com a mulher e um bebê de 2 anos

Colombiano viajava com 6,5 kg de cocaína escondidos em fundo falso na mala

Colombiano viajava com 6,5 kg de cocaína escondidos em fundo falso na mala

Divulgação/Polícia Federal

Um colombiano de 46 anos foi preso pela PF (Polícia Federal) na sexta-feira (13), por volta das 22h, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, em Recife, Pernambuco. Ele trazia cerca de 6,5 kg de cocaína escondidos em suas bagagens, e foi autuado pela prática de tráfico interestadual de entorpecentes, crime previsto, segundo a própria PF, no artigo 33 c/c 40, item I, da Lei nº 11.343/2006.

Os policiais faziam uma fiscalização de rotina voltada à repressão ao tráfico internacional e doméstico de drogas, além de outros crimes comumente praticados em aeroportos. O colombiano estava acompanhado de sua mulher, de 44 anos, e do filho do casal, de 2 anos, e foi levado até à sala da PF para uma entrevista, depois de se contradizer nas respostas dadas às perguntas da abordagem inicial. Ele tinha antecedentes criminais: havia sido preso em seu país por adulteração de um chassi de carro.

Além da droga, também foram apreendidos dois aparelhos de telefones celulares, passagens aéreas, diversos documentos e os seguntes valores em dinheiro: € 935, US$ 3 e $ 19 mil pesos colombianos.

No interrogatório, ele disse que pegou as malas em Medellín, na Colômbia, e contou que as levaria até Zurique, na Suíça, serviço pelo qual receberia US$ 5 mil (cerca de R$ 25 mil) por mala que conseguisse deixar no país europeu. Se for condenado, poderá pegar uma pena de 5 a 15 anos de reclusão.

A mulher foi ouvida e liberada com a criança, pois sua participação no crime não foi comprovada. Ela, inclusive, reagiu de forma agressiva contra o seu marido, e precisou ser contida pelos policiais ao saber da existência de droga nas bagagens. Depois, explicou que estavam viajando em lua de mel, já que tinham se casado no dia 23 de abril.

O colombiano passou por audiência de custódia, teve confirmada sua prisão preventiva, e foi encaminhado para o Cotel (Centro de Observação e Triagem "Professor Everardo Luna").

Esta foi a nona apreensão de drogas do ano no aeroporto Guararapes/Gilberto Freyre. Até agora, foram recolhidos 35 kg de cocaína e 21,6 kg de maconha, e efetuada a prisão de sete mulheres e quatro homens.

Últimas