Correio do Povo "Este não sou eu", afirma R. Kelly na TV ao negar acusações

"Este não sou eu", afirma R. Kelly na TV ao negar acusações

Cantor concedeu primeira entrevista após prisão, que ocorreu em fevereiro

O cantor R. Kelly concedeu sua primeira entrevista após deixar a prisão, ainda em fevereiro. Ao falar com a jornalista Gayle King, da CBS News, o ícone do R&B negou todas as acusações de abuso sexual contra ele, se emocionou em alguns momentos e, quando pressionado, acabou gritando. 

Em um dos trechos divulgados pelo "CBS This Morning", Kelly disse não poderia falar de casos antigos em função da situação atual, mas afirmou que "as pessoas estão voltando ao meu passado". "Isso é exatamente o que eles estão fazendo. Eles estão voltando ao passado e tentando adicionar tudo isso agora. Para fazer todas essas coisas que estão acontecendo agora parecer real para as pessoas", comentou.

O cantor, então, voltou a negar todas as acusações e dizer que tudo não passa de mentira. "Sejam novos, antigos ou atuais, esses boatos não são reais", afirmou. "O quão estúpido eu seria de fazer isso?", indagou depois, chorando e se referindo às acusações reveladas pelo documentário "Surviving R Kelly", que incluem manter mulheres em cárcere privado.

Ao longo da entrevista, Kelly ainda culpou "o poder da mídia" e disse que foi "enterrado vivo". Logo após isso, ele se levantou, alterou o tom de voz e disparou: "Parem! Parem de brincar. Eu não fiz isso. Este não sou eu. Estou lutando pela minha vida aqui. Vocês estão tentando me matar".

Na sequência, ele relatou que está tentando ter uma relação com os filhos e não consegue. "Vocês não querem acreditar na verdade", acrescentou.

Em dado momento, Kelly também garantiu que as pessoas falaram apenas coisas ruins sobre ele e que, ao fazer isso, "estavam descrevendo Lúcifer". "Eu não sou Lúcifer, eu sou um homem. Eu cometo erros, mas eu não sou um demônio, e de jeito nenhum eu sou um monstro", ressaltou.

Após receber 10 acusações de abuso sexual contra quatro pessoas, três delas menores de idade, R. Kelly se entregou em uma delegacia de Chicago e passou o último final de semana de fevereiro preso. Em tribunal, ele se declarou inocente das acusações. Sua próxima audiência será em 22 de março.

Veja trecho da entrevista de R. Kelly para a emissora CBS:

Últimas