Cidades Covid: Goiânia vacina público com 12 anos ou mais. Veja mais capitais

Covid: Goiânia vacina público com 12 anos ou mais. Veja mais capitais

No Rio, 3ª dose é destinada aos imunossuprimidos a partir dos 12 anos e aos idosos de 79 anos ou mais

  • Cidades | Do R7

Confira o cronograma de vacinação contra a Covid-19 nas capitais brasileiras

Confira o cronograma de vacinação contra a Covid-19 nas capitais brasileiras

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

À medida que a vacinação contra a Covid-19 progride no país, as capitais brasileiras avançam na aplicação do imunizante para novas faixas etárias nesta sexta-feira (1º).

Em Goiânia, por exemplo, os adolescentes a partir de 12 anos sem comorbidades poderão receber a primeira dose. 

A terceira dose será aplicada em idosos acima dos 70 anos que tenham cumprido seis meses de intervalo da segunda dose e em imunossuprimidos com 50 anos ou mais que que tenham recebido a segunda dose há pelo menos 28 dias

Confira como será a vacinação contra a Covid-19 nas capitais brasileiras nesta sexta-feira (1º):

São Paulo

A cidade de São Paulo continua a vacinação com a terceira dose para os idosos a partir de 70 anos que já tenham tomado a segunda dose há pelo menos seis meses, bem como para pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos que tenham recebido sua última dose há pelo menos 28 dias, exceto gestantes e puérperas.

A prefeitura também disponibiliza a primeira dose para os adolescentes de 12 a 17 anos e adultos a partir dos 18, além da segunda aos públicos elegíveis. Saiba mais detalhes no Vacina Sampa.

Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro vai vacinar com a terceira dose os imunossuprimidos a partir dos 12 anos e os idosos de 79 anos ou mais, ou aqueles com mais de 60 que receberam a segunda dose até 31 de fevereiro. Saiba mais no site da gestão municipal

A segunda dose continua sendo oferecida aos públicos elegíveis, bem como a primeira para maiores de 12 anos que ainda não receberam sua aplicação.

Fortaleza

A prefeitura de Fortaleza vacina, de quarta (29) até esta sexta-feira (1º), cerca de 86 mil pessoas por agendamento. A primeira dose será aplicada em uma repescagem para adolescentes e adultos, e a segunda e a terceira doses também continuam sendo oferecidas.

Além daqueles que serão imunizados por agendamento, quem já perdeu a segunda dose ou chegou à data limite também pode receber o imunizante.

A repescagem para adultos ocorre escalonada por faixa etária, e nesta quinta-feira (30) será a vez do público de 26 anos. Saiba mais neste link.

Goiânia

A prefeitura de Goiânia disponibiliza a primeira dose a adolescentes de 12 a 17 anos, gestantes e puérperas.

As segundas doses da CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer serão aplicadas nqueles com data marcada para 1º de outubro ou em atraso.

A terceira dose será oferecida aos idosos acima dos 70 anos que tenham cumprido seis meses de intervalo da segunda dose e aos imunossuprimidos com 50 anos ou mais que tenham recebido a segunda dose há pelo menos 28 dias (até 3 de setembro). Saiba mais neste link.

Belo Horizonte

A prefeitura de Belo Horizonte vai disponibilizar a segunda dose para pessoas de 45 anos cuja data do cartão de vacina esteja marcada para até 8 de outubro. É necessário levar o cartão de vacina, documento de identidade, CPF e comprovante de residência na capital mineira. Veja mais neste link

Florianópolis

A capital catarinense oferecerá a primeira dose a meninas de 15 anos ou mais, meninos de 16 anos ou mais e adolescentes de qualquer idade com comorbidades. A segunda dose será destinada àqueles que concluíram o prazo obrigatório.

Já a terceira está liberada para idosos a partir de 75 anos e para imunossuprimidos.

Curitiba

A capital do Paraná continua oferecendo a primeira dose àqueles já convocados e que ainda não compareceram, bem como a segunda aos que possuem agendamento marcado ou perderam a data e àqueles que se vacinaram com a Pfizer no dia 10 de julho.

A dose de reforço será disponibilizada para as pessoas convocadas no aplicativo Saúde Já. Saiba mais no site da prefeitura.

Porto Alegre

A prefeitura de Porto Alegre vai vacinar com a primeira dose todas as pessoas com 12 anos ou mais, além de oferecer a segunda dose aos públicos elegíveis.

A terceira dose será destinada às pessoas com 70 anos ou mais que receberam a segunda até 28 de março e a imunossuprimidos com esquema vacinal completo até 31 de agosto.

Haverá a aplicação da segunda dose de todos os imunizantes, com oito semanas de intervalo para a Pfizer, 28 dias para a CoronaVac e dez semanas para a AstraZeneca. Já a dose de reforço será aplicada em idosos de 70 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 31 de março e em todos os imunossuprimidos.

João Pessoa

A capital da Paraíba vai oferecer a primeira dose a adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiências permanentes, gestantes e puérperas, bem como ao público acima dos 18 anos sem comorbidades, além da segunda dose aos públicos elegíveis.

Imunossuprimidos cujo esquema vacinal tenha sido concluído há 28 dias e idosos a partir de 70 anos que tenham cumprido o prazo de 180 dias após a segunda dose podem receber a vacina de reforço.

Últimas