Cidades Covid: Rio continua com 3ª dose suspensa. Veja mais capitais

Covid: Rio continua com 3ª dose suspensa. Veja mais capitais

Em Curitiba não haverá aplicação da 1ª dose em adolescentes e da dose de reforço em idosos anteriormente convocados

  • Cidades | Do R7

Veja o cronograma de vacinação contra a Covid-19 nas capitais brasileiras

Veja o cronograma de vacinação contra a Covid-19 nas capitais brasileiras

Divulgação/Governo do RJ

A vacinação contra a Covid-19 avança no país, e as capitais imunizam novas faixas etárias nesta quarta-feira (20).

No Rio de Janeiro, porém, a terceira dose continua suspensa. A capital fluminense aguarda o envio de novos lotes do Ministério da Saúde e continua aplicando a primeira e a segunda doses nos públicos elegíveis.

Confira como será a vacinação contra a Covid-19 nas capitais brasileiras nesta quarta (20):

São Paulo

A cidade de São Paulo continua a vacinar com a terceira dose os idosos a partir de 60 anos e os profissionais de saúde que já concluíram o esquema vacinal há pelo menos seis meses, bem como as pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos que tomaram a última dose há pelo menos 28 dias.

A prefeitura também aplica a primeira dose nos adolescentes de 12 a 17 anos e nos adultos a partir dos 18, além da segunda nos públicos elegíveis.

A capital paulista inicia ainda a antecipação da segunda dose da Pfizer de 56 para 21 dias. Saiba mais detalhes no Vacina Sampa.

Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro continua com a terceira dose suspensa e aguarda a chegada de novos lotes de vacina do Ministério da Saúde. A segunda dose continua sendo aplicada nos públicos elegíveis, bem como a primeira em maiores de 12 anos que ainda não receberam nenhuma dose. Veja no site da prefeitura. 

A segunda dose continua sendo aplicada nos públicos elegíveis, bem como a primeira em maiores de 12 anos que ainda não receberam nenhuma dose.

Fortaleza

A prefeitura de Fortaleza vai vacinar cerca de 33 mil pessoas por agendamento para a segunda e a terceira doses, bem como aplicar a primeira em fortalezenses a partir de 12 anos. Veja mais detalhes e os locais de vacinação neste link.

Florianópolis

A capital catarinense aplicará a segunda dose naqueles que já concluíram o prazo obrigatório. Já a terceira está liberada para idosos que tomaram a segunda dose ou a única há seis meses e imunossuprimidos que receberam a segunda dose até 6 de abril.

Goiânia

A prefeitura de Goiânia aplica a primeira dose em adolescentes de 12 a 17 anos, bem como na população acima de 18 anos que ainda não se vacinou.

A segunda dose da CoronaVac, da AstraZeneca e da Pfizer será aplicada naqueles com data marcada para 20 de outubro ou que estão em atraso.

A terceira dose será aplicada em idosos acima de 60 anos, em trabalhadores da saúde com seis meses de intervalo da segunda dose ou dose única (até 20 de abril) e em imunossuprimidos com 18 anos ou mais que receberam a segunda dose há pelo menos 28 dias (até 21 de setembro). Saiba mais neste link.

Belo Horizonte

A capital mineira segue vacinando com a dose de reforço os trabalhadores da saúde de 18 anos ou mais completados até 31 de outubro. Só poderão tomar a vacina pessoas cuja segunda dose tenha completado 6 meses ou quando faltam até 15 dias para completar esse prazo. Informações no site da prefeitura.

Curitiba

A partir desta quarta, Curitiba suspende parte da repescagem da vacinação contra a Covid-19. Não haverá aplicação da primeira dose em adolescentes e da dose reforço em idosos, profissionais de saúde e imunossuprimidos anteriormente convocados.

O município aguarda novas remessas de doses para retomar a vacinação e avançar no grupo de adolescentes. Há expectativa de que uma nova remessa de vacinas da Pfizer, destinada aos adolescentes, chegue nos próximos dias e que a vacinação desse grupo seja retomada ainda nesta semana, inclusive com a ampliação de faixas etárias anteriormente convocadas.

Já para a retomada da aplicação das doses de reforço em idosos, profissionais de saúde e imunossuprimidos, a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba aguarda o envio de vacinas com essa destinação.  

Os 31 pontos de vacinação de Curitiba permanecem vacinando os seguintes grupos: repescagem de primeira dose de pessoas com 18 anos ou mais; repescagem de segunda dose de pessoas já convocadas; e aplicação de segundas doses agendadas (referente a vacinados com a primeira dose da Astrazeneca entre 7 e 25 de agosto). Outras informações estão disponíveis no site da Prefeitura.

Últimas