Cidades Ex-sogra diz que não ajudou Lázaro Barbosa a se esconder da polícia

Ex-sogra diz que não ajudou Lázaro Barbosa a se esconder da polícia

Mulher conta que acompanhou o movimento da polícia e depois viu que o ex-genro havia sido morto, mas não sabia onde ele estava

  • Cidades | Do R7

A ex-sogra de Lázaro Barbosa, morto nesta segunda-feira (28) após ficar 20 dias fugindo da polícia por ser apontado como serial killer do Distrito Federal, disse que não ajudou o ex-genro a se esconder da caça policial. "Para que eu ia esconder uma criatura perigosa daquela dentro da minha casa?", disse a mulher em entrevista exclusiva ao Balanço Geral, da Record TV.

Segundo ela, antes de ser noticiada a informação de que Lázaro era apontado como responsável pela morte de quatro pessoas da mesma família em Ceilândia, na região administrativa do Distrito Federal, o homem nunca havia demonstrado ser violento.

A ex-sogra conta ainda que a relação entre os dois era boa, nunca tiveram nenhuma divergência. "Eu nunca [imaginaria que ele era violento]. Fiquei apavorada quando fiquei sabendo que ele cometeu a chacina, pois jamais acreditaria que ele era capaz de fazer um ato daquele".

Lázaro foi morto pela polícia nesta segunda-feira (28)

Lázaro foi morto pela polícia nesta segunda-feira (28)

Reprodução/ Record TV

A mulher disse ainda que não chegou a ver o ex-genro durante a fuga, mas disse que a filha (ex-mulher de Lázaro) havia dito que ele deu R$ 300 para ajudar o filho. Depois disso, ela só viu a movimentação policial na área, inclusive com presença de helicóptero, e em seguida a informação de que ele foi capturado e morto.

Após quase três semanas de buscas, os policiais capturaram Lázaro na manhã desta segunda-feira. Segundo a corporação, o fugitivo disparou primeiro contra os agentes, que teriam respondido e mataram o homem de 32 anos. Nenhum policial se feriu.

Com aproximadamente 20 marcas de disparos, o corpo de Lázaro foi levado ao Hospital Municipal de Águas Lindas, mas não teria resistido e foi a óbito no local, ainda de acordo com a corporação.

Veja fotos da cronologia dos 20 dias de caçada a Lázaro Barbosa

Últimas