Folha Vitória Anticoncepcional é recomendado para tratar acne?

Anticoncepcional é recomendado para tratar acne?

Muitas mulheres se submetem ao remédio como uma forma de não sofrer com as espinhas

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Não é incomum ouvir relatos de mulheres que tomam anticoncepcional para minimizar problemas com espinhas e pele oleosa. Isso porque a pílula, criada na década de 60, é colocada não apenas como um método contraceptivo, mas como tratamento para diversos problemas clínicos como os miomas e, por muito tempo, para acne.

Segundo a dermatologista Dra. Hellisse Bastos, o fármaco entrou no rol dos protocolos de tratamento para pele acneica pois foi se observando que mulheres que tinham problemas com espinha, pele oleosa e polos dilatados, apresentavam uma melhora ao começar a usar o medicamento. “O que se constatou é que acontecia uma inibição da glândula sebácea, responsável por secretar o sebo que causa esses efeitos indesejados. Sem o estímulo da glândula, há a sensação de pele sequinha e problema resolvido”, explica.

Apesar do efeito, Dra. Hellisse Bastos explica que o anticoncepcional não trata a causa do problema, e sim os sintomas. Ou seja, quando a pessoa se médica, o que acontece é que o remédio inviabiliza apenas o processo inflamatório, mas não o cura. “A acne é um problema multifatorial, que tem relação com a alimentação, estilo de vida e rotina de cuidados. Por isso, utilizar um remédio, que tem o objetivo de evitar gravidez, para fins estéticos, apenas mascara o problema, além de poder gerar inúmeros efeitos adversos como perda de energia e libido”, defende.

Sendo uma das patologias mais recorrentes em consultório, a dermatologista explica que há uma série de outros tratamentos muito mais eficazes que a pílula anticoncepcional. “A patologia pode ser tratada com auxílio de cremes, géis, sabonetes e antibióticos orais, além da isotretinoína e de procedimentos como peelings e lasers. Já as manchas que eventualmente surgem por conta do problema podem ser tratadas com procedimentos em consultório ou em casa”, elucida.

Últimas