Caso Isabele: menina de 14 anos atirou em amiga para matar, afirma polícia

O pai da adolescente que atirou será indiciado por quatro crimes

Foto: Reprodução/Record TV
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

As investigações sobre a morte da adolescente Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, baleada por uma amiga da mesma idade, em Cuiabá, foram concluídas. Para a polícia, o tiro que matou Isabele não foi acidental e a adolescente que atirou teria a intenção de matar.

Os delegados afirmaram que a perícia foi fundamental para esclarecer o que aconteceu na noite do crime. O delegado responsável pelo caso apontou  contradições no depoimento da suspeita e, para a perícia, a menina teria carregado a arma, apontado para o rosto da vítima a uma distância entre 20 e 30 centímetros, e atirado.

“A adolescente, que é praticante de tiro esportivo, afirmou que, ao guardar as armas, uma delas teria caído e disparado. Segundo laudo, o estojo na verdade, estava em cima da cama e a menor teria ido com a arma carregada até a amiga” afirma Wagner Bassi, delegado da Delegacia Especializada do Adolescente. 

O pai da adolescente que atirou será indiciado por quatro crimes. Além disso, respondem pelo crime o namorado da menina, que teria levado a arma e o pai dele, que seria o dono. 

Com informações do Portal R7 e Record TV.