Folha Vitória Crime em Marataízes: filha morreu ao tentar salvar mãe das facadas, diz delegado

Crime em Marataízes: filha morreu ao tentar salvar mãe das facadas, diz delegado

O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (15) e o principal suspeito é o ex-namorado da mãe da criança, que foi preso

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A menina Ysaquiele Júnia Gonçalves, de 11 anos, foi uma das vítimas do crime que chocou os moradores da cidade de Marataízes, no Sul do Espírito Santo, na noite desta quarta-feira (15). Ela e a mãe, Charlene de Lenis Gonçalves, foram mortas a facadas. O ex-namorado da vítima é o principal suspeito.

Segundo o delegado Edson Lopes Junior, que atendeu a ocorrência, a filha de Charlene tentou defender a mãe dos ataques do ex-padrasto e acabou sendo atacada por ele. Ela morreu após ser encaminhada para a Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Charlene de Lenis Gonçalves

O suspeito foi identificado como Michael Prates Garcia, 31 anos. De acordo com o delegado, ele e Charlene tiveram um relacionamento amoroso por três anos. Por não aceitar mais ser agredida, ela decidiu terminar com ele e se mudou para Marataízes, pois moravam em Cachoeiro. O delegado afirma que não foram localizadas denúncias anteriores de agressão por parte da vítima.

Nesta quarta, por volta das 19 horas, o suspeito chegou na residência da vítima com uma faca de, aproximadamente, 40 centímetros de lâmina. O delegado destaca que isso mostra que ele já estava com intenção de cometer o crime.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O suspeito pulou o muro da casa e se deparou, na parte externa, com a vítima, vindo a golpeá-la em seguida. Uma testemunha chegou e o criminoso já realizava o último golpe na vítima.

As vítimas foram encaminhadas para o atendimento médico em um hospital, mas Lenis morreu em seguida. Isaquiele chegou a ser transferida para a Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro, mas também morreu em seguida.

Michael foi detido por agentes da Guarda Municipal de Marataízes. Ele estava com ferimentos no pulso, que teriam sido causados por ele mesmo. Segundo a Polícia Civil, ele foi autuado por duplo feminicídio e encaminhado para o presídio de Marataízes.

Filha da vítima relata dor da perda da mãe e da irmã

Em uma rede social, uma outra filha da vítima publicou um relato emocionante sobre a dor da perda da mãe e da irmã mais nova. No relato, ela citou que a irmã morreu ao tentar salvar a mãe.

Veja:

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Últimas