Folha Vitória Dia Mundial da Limpeza: 7 toneladas de resíduos são recolhidos em Vitória e Vila Velha

Dia Mundial da Limpeza: 7 toneladas de resíduos são recolhidos em Vitória e Vila Velha

Voluntários participaram da ação internacional para promover a conscientização ambiental e também divulgar a importância dos cuidados com a natureza

Folha Vitória
Foto: Prefeitura de Vitória/ André Sobral
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um dia inteiro dedicado a "varrer" a sujeira do meio ambiente. Somente em Vitória e em Vila Velha, voluntários em prol da preservação da natureza recolheram cerca de sete toneladas de resíduos.

A ação, realizada neste sábado (18), faz parte da mobilização do Dia Mundial da Limpeza. A data simbólica celebrada anualmente é um marco para discutir e, principalmente, colocar em prática ações sustentáveis.

Em Vitória, foram recolhidas seis toneladas de resíduos na orla. Os voluntários percorreram a areia e a área de restinga em diversos pontos da cidade. O movimento contou com cerca de 250 pessoas, entre crianças, jovens e adultos. Na região da Praia do Canto e da Curva da Jurema, 23 mergulhadores também retiraram resíduos do mar. 

O mutirão aconteceu simultaneamente na prainha de Santo Antônio, na praia de Camburi, no manguezal da Universidade Federal do Espírito Santo e na região dos bairros Jesus de Nazareth, Enseada do Suá e Ilha do Frade.

Sandro Firmino, voluntário em um protesto de preservação do Espírito Santo,  lembra que o cuidado com o planeta deve ser como o que temos em casa, afinal, ele também é o nosso lar. Ele destacou, ainda, que o cuidado deve começar hoje para que exista um futuro. 

"Se a gente continuar assim, com esse consumo desenfreado e descarte irregular, em 2050 vai ter mais lixo no mar do que peixes. É hora de colocar a mão na consciência e cuidar do planeta", frisou. 

O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, destacou que o Dia Mundial da Limpeza é  uma data importante para gerar conscientização coletiva sobre a necessidade de manter a cidade limpa. 

“Vitória tem o maior manguezal urbano da América Latina, fizemos essa ação de limpeza com o objetivo de evitar o descarte inadequado de material com ações educativas, porque isso vai gerando uma consciência geral nas pessoas. Limpar, educar e preparar uma geração mais consciente de suas ações e do nosso impacto na cidade onde vivemos”, disse.

Em Vila Velha, voluntários também recolheram resíduos pela cidade. Ao todo foram coletadas mais de uma tonelada de resíduos. Com o material, os participantes da ação criaram um mosaico no formato de uma baleia jubarte adulta e um filhote. Os animais são vistos com frequência pelo litoral capixaba. 

O prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, destacou a importância do compromisso da população com o meio ambiente e o exemplo positivo para as futuras gerações.

“O evento deixa evidente que a conscientização da destinação correta de resíduos é uma tarefa de todos nós. E que deve ser passada para frente, ensinada aos nossos filhos, netos, alunos", disse.

Ação também aconteceu em outros municípios 

Em Aracruz, no norte do Espírito Santo, voluntários se uniram para participar de ações de limpeza de praias e rios, de uma remada ecológica, além de atividades esportivas e culturais. A mobilização aconteceu em Santa Cruz, Coqueiral, Barra do Sahy, Praia dos Quinze e Santa Marta. No Brasil, mais de 1,2 mil municípios participaram do Dia Mundial da Limpeza 2021.

Mais de 180 países participam do Dia Mundial da Limpeza

O Dia Mundial da Limpeza, ou World Cleanup Day, acontece anualmente para promover ações de conscientização ambiental no planeta. Milhões de pessoas de mais de 180 países participam de forma voluntária da mobilização.

Além das ações de limpeza ambiental, a data também promove uma reflexão sobre a limpeza mental, no que se refere ao estresse do cotidiano, e também a limpeza digital, visando melhorar o desempenho e a vida útil de equipamentos eletrônicos e, assim, diminuir o descarte desses aparelhos.

Últimas