Folha Vitória 'Ele é esportista e não precisa disso', diz mãe de judoca detido por assalto

'Ele é esportista e não precisa disso', diz mãe de judoca detido por assalto

Ela contou que o filho, de 15 anos, já participou de diversas competições da modalidade pelo País, inclusive conquistando medalhas

Ela contou que o filho, de 15 anos, já participou de diversas competições da modalidade pelo País, inclusive conquistando medalhas

Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Mãe do adolescente disse que o filho já participou de diversas competições de judô pelo país

Um adolescente de 15 anos está entre os três apreendidos suspeitos de assaltarem uma lanchonete no bairro Jardim Limoeiro, na Serra, na madrugada desta segunda-feira (04). Segundo a mãe do rapaz, que conversou com a equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV, o filho era lutador de judô e já participou de diversas competições pelo País, inclusive conquistando medalhas.

A mulher, que preferiu não se identificar, contou que o jovem era um atleta dedicado e reconhecido dentro da modalidade. "Ele lutou judô desde os 9 anos de idade. Já foi a muitas competições no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador e em muitos outros lugares. Ele tem medalhas penduradas em casa", disse.

Durante a madrugada, o rapaz foi apreendido e outros dois homens foram detidos no momento em que assaltavam uma lanchonete. Segundo a polícia, eles invadiram o local e renderam quatro clientes. O que eles não esperavam é que uma viatura da Polícia Militar (PM) passaria na hora do crime. Os policias foram avisados do roubo e seguiram atrás dos criminosos. O grupo ainda tentou reagir, mas os policiais foram mais rápidos. Os três foram levados para a Delegacia Regional da Serra.

A mãe do adolescente afirmou que tomou um susto ao saber da apreensão do filho. "Ele saiu às 19 horas e falou que ia fazer uma mudança. Falei com ele: 'vai'. E de lá para cá eu não dormi mais. Fiquei acordada esperando, esperando. Depois minha amiga chegou falando que ele tinha sido preso", contou.

A mãe do judoca afirma ainda não saber o que levou o filho a trilhar esse caminho. "Ele é esportista, não precisa disso não. Por que ele entrou nessa eu não sei. Ele continua indo no Baile do Mandela. Ele adora o Baile do Mandela", afirmou.

Por meio de nota, a Polícia Civil (PC) informou que Samuel Maximiniano Prata, de 23 anos, e Maicon Damasceno Lopes, de 24, foram autuados por roubo e corrupção de menores. Já o adolescente foi apreendido por ato infracional análogo ao crime de roubo e será apresentado ao Ministério Público Estadual.

Com informações da repórter Vanuza Santana, da TV Vitória/Record TV!