Folha Vitória Estudantes transformam "santinhos" eleitorais jogados na rua em mensagens de amor

Estudantes transformam "santinhos" eleitorais jogados na rua em mensagens de amor

Projeto de uma escola particular de Vila Velha recicla o material jogado nas ruas no último domingo (02), durante o 1°turno das eleições

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Alunos de escola particular de Vila Velha transformam santinhos e propagandas eleitorais em papel de carta com mensagens de apoio e amor a pessoas em tratamento contra o câncer

Estudantes de Vila Velha, estão reciclando "santinhos", jogados nas ruas durante as eleições neste 1°turno e, transformando o "novo papel" em mensagens de esperança.

Os panfletos e propagandas eleitorais foram recolhidos por alunos e professores de uma escola particular da cidade. 

Todo o papel recolhido foi reciclado em sala de aula sob os olhares curiosos e atentos dos alunos.

O professor Clerisson da Silva explicou a importância do projeto em ensinar cidadania em sala de aula. "Além disso, a gente coloca na cabeça dessas crianças esse princípio de sustentabilidade, de conservar e não poluir", destaca.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas pelo WhatsApp? Clique aqui e participe do nosso grupo de notícias!

A pequena Sara Brandão, de 8 anos, adorou a atividade e contou como foi. "Foi legal porque o papel que iria pro lixo, e iria sujar a cidade, virou uma coisa que vai ajudar as pessoas mais pra frente", relatou.

LEIA TAMBÉM: >> Avenida Beira-Mar vai ganhar ciclovia, mirante e novo calçamento

Assim, o que iria se transformar em lixo vai tomar a forma de amor e incentivo a quem precisa.

O papel, agora reciclado, irá virar cartinhas para uma ONG que presta apoio a pessoas que lutam contra o câncer. A assistente administrativa Anáyle Pereira detalha que o simples gesto de receber essas cartinhas já faz toda diferença para as pessoas que estão no tratamento do câncer.

*Com informações do repórter da TV Vitória/Record TV, Rodrigo Schereder.

Últimas