Folha Vitória Fotos de pastel e coxinha em formato de capivara viralizam nas redes sociais

Fotos de pastel e coxinha em formato de capivara viralizam nas redes sociais

Em meio às dificuldades enfrentadas durante a pandemia, as feirantes e chefs Mity e Tatiane Yamashiro resolveram inovar

Folha Vitória
Foto: Reprodução Facebook/ Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
As imagens viralizaram nas redes sociais nos últimos dias

Imagens dos pastéis e coxinhas em formato de capivara feitos por Mity e Tatiana Yamashiro viralizaram nas redes sociais no mês passado. 

Em meio às dificuldades enfrentadas por conta da pandemia do coronavírus, as chefs e feirantes resolveram fazer algo inusitado e que chamasse atenção das pessoas

Foto: Reprodução Facebook/ Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após um cliente fotografar a arte e divulgá-la, as fotos 'bombaram' em vários sites do Brasil e nas redes sociais. 

Morando em Curitiba, a ideia de Mity foi usar o símbolo da capital paranaense para dar um up nos negócios. 

A novidade logo se espalhou e chamou atenção até do prefeito da cidade Rafael Greca, que compartilhou a inovação no Facebook. O post teve vários compartilhamentos e diversos comentários: 

Além da capivara, Mity também faz em formato de outros animais como cachorro, lagartixa, coruja, dinossauros, coelho, raposa, unicórnio e até pokémon. 

Segundo ela, o desenho é feito sem molde. Além disso, ela usa somente fotos no celular como referências. Como o desenho é detalhado, o pastel é feito sem recheio.

De acordo com Mity, no início a ideia era fazer apenas para decoração da barraca de pastéis, mas o post gerou tanta repercussão que os salgados foram colocados como brinde. 

Quem compra determinado número de pastéis, por exemplo, leva para casa um em formato de animalzinho. 

O TALENTO É DE FAMÍLIA Foto: Reprodução Facebook/ Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Mity e Tatiane aprenderam a arte milenar com os pais, que são japoneses emigrados da Ilha de Okinawa. Mity é a terceira geração de feirantes da família. 

Apesar de ter nascido em Curitiba, o pai veio de Okinawa, no Japão, acompanhado dos avós da pasteleira quando era pequeno, para o Brasil. 

Além dos famosos pastéis, Mity também faz doces tradicionais e japoneses, como o conhecido Mochi, que é feito à base de arroz.

Que demais!

Últimas