Folha Vitória Funcionário de funerária é demitido após tirar foto ao lado do corpo de Maradona

Funcionário de funerária é demitido após tirar foto ao lado do corpo de Maradona

O advogado de Maradona, Matías Morla, repudiou a ação e garantiu que o responsável pela fotografia vai arcar com as consequências

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Twitter
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um funcionário da funerária que prestava serviço para o velório do ídolo Diego Maradona, foi demitido após ser fotografado ao lado do corpo do ex-jogador dentro do caixão na Casa Rosada, local onde acontece o velório nesta quinta-feira (26).

De acordo com informações do site TV Todo Notícias, a imagem mostra Diego Molina fazendo um sinal "positivo" com uma mão e tocando a testa de Maradona com a outra. Depois de feita, a foto viralizou em grupos de mensagem durante a cerimônia de despedida.

Depois que tomaram conhecimento da foto, os proprietários da empresa funerária pediram desculpas à família e aos fãs de Maradona e informou que o responsável pelo ato foi demitido "imediatamente".

Com um sentimento de revolta, o advogado de Maradona, Matías Morla, se posicionou sobre o caso em sua conta do Twitter, e garantiu que o responsável vai arcar com as consequências.

"Dada a viralização de uma imagem de Diego em seu leito de morte, vou cuidar pessoalmente de encontrar o canalha que tirou aquela foto. Todos os responsáveis por tal ato de covardia pagarão", iniciou ele, que posteriormente apresentou alguns dados de Molina.

"Diego Molina é o canalha que tirou uma foto ao lado do caixão de Diego Maradona. Pela memória do meu amigo, não vou descansar enquanto ele não pagar por tal aberração."

O primeiro time de futebol profissional que Maradona atuou, Argentinos Juniors, repudiou o ato e levou a situação ao Tribunal Disciplinar do clube, tendo em vista que alguns envolvidos na foto seriam torcedores do time.

"Informamos aos nossos meios de comunicação social e jornalísticos que, por decisão unânime do Conselho de Administração, o pedido de expulsão da pessoa que foi fotografada junto ao caixão de Diego Armando Maradona é submetido ao Tribunal Disciplinar", escreveu a equipe.

Últimas