Folha Vitória Garoto de programa é preso e afirma que matou 14 pessoas em SP

Garoto de programa é preso e afirma que matou 14 pessoas em SP

Em depoimento, segundo a polícia, o homem afirmou que começou a matar aos 19 anos

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem de 35 anos foi preso na quarta-feira (5) em São Paulo e afirmou que matou 14 pessoas, segundo informações da Record TV. De acordo com a polícia, Renato Teixeira da Silva, que trabalhava como garoto de programa e utilizava o codinome Bruno, assassinava clientes quando se sentia contrariado.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

O delegado Roberto Krasovic, titular do 6º DP de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, afirma que, em depoimento, Renato disse que começou a matar aos 19 anos. “Ele não podia ouvir 'não'”, afirma Krasovic. Segundo a polícia, o rapaz tem traços de psicopatia.

Ao sair da delegacia rumo ao Instituto Médico Legal (IML), Renato confirmou à Record TV que já fez 14 vítimas. Segundo a polícia, geralmente ele utilizava uma faca, mas os policiais também investigam o uso de veneno.

Em depoimento, Renato relatou nove homicídios. A polícia investigava o suspeito por conta de três mortes — de dois homens e uma mulher, moradores da região do ABC e da capital paulista.

A investigação continua e a polícia de São Paulo pede que pessoas que tenham relatos relacionados ao suspeito procurem o a Delegacia de São Bernardo. 

Com informações do Portal R7. 

Últimas